PUBLICIDADE
Topo

'O Grêmio precisa do seu sócio', afirma vice-presidente do clube

31/03/2020 09h28

De maneira gradual, o Grêmio tem conseguido minimizar os prejuízos que a paralisação do futebol por conta da pandemia do coronavírus tem causado. Além da verba recebida como premiação antecipada da Conmebol pela participação na fase de grupos da Libertadores, o clube acordou com seus atletas que pagará o valor dos direitos de imagem no período da pausa das atividades apenas em 2021.

Contudo, em entrevista a Rádio Gaúcha, o vice-presidente Marcos Herrmann aumentou o tom de seriedade que tem a manutenção da adimplência dos sócios-torcedores mesmo em um momento de crise econômica que atinge todos os setores.

- Precisamos muito do sócio neste momento. Sei que é caro, mas o Grêmio precisa do seu sócio. Entendemos as dificuldades, e faço esse apelo ao torcedor que pode, que tem condições, para que se mantenha no quadro social. Necessitamos muito desta receita - pontuou o dirigente.

Marcos também aproveitou o espaço para lamentar o fato de que algumas receitas, mesmo com todos os esforços possíveis da diretoria, simplesmente não conseguirão ser repostas como é o caso da loja de produtos licenciados no clube que fica na Arena ter de ficar fechada em meio ao isolamento social. Prejuízo esse que, segundo o vice, é milionário:

- Estamos nos virando. Algumas receitas importantes irão entrar, mas outras, não. Um exemplo é a loja da Arena, em que faturamos R$ 2 milhões por mês. Como vamos repor? Não tem como. É muito difícil.

Futebol