PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Moral com Autuori: Alex Santana busca recuperar espaço no Botafogo

25/02/2020 06h00

A chegada de um novo treinador no comando de uma equipe pode representar ânimo renovado para alguns jogadores. No Brasil, país onde trocas no comando são comuns, tal fenômeno também acontece, consequentemente, com frequência. O Botafogo, agora treinado por Paulo Autuori, não foge disto e um dos atletas que podem se 'beneficiar' é Alex Santana.

Artilheiro do Botafogo na última temporada com nove gols, o meio-campista perdeu espaço no time titular ainda na reta final de 2019. Após retornar de uma lesão no tornozelo esquerdo, em novembro, passou por um período irregular e chegou a deixar de ser titular em jogos com Alberto Valentim.

Com o antigo treinador do Botafogo, inclusive, o jogador de 24 anos teve o pior período desde a chegada ao clube - justamente o tempo correspondente ao pós-lesão do volante. Após a chegada de Paulo Autuori, contudo, o jogo tende a virar ao antigo camisa 10 do Glorioso.

Na estreia de Autuori, contra o Náutico, pela segunda fase da Copa do Brasil, Alex Santana foi um dos destaques da classificação do Alvinegro. Autor do passe que possibilitou a assistência de Luiz Fernando para o gol de Bruno Nazário após recuperar a bola no meio-campista, o atleta chegou com moral com o novo treinador.

Marcado por ser um chutador, Alex Santana arriscou menos ao gol adversário diante do Náutico. No Aflitos, o meio-campista foi um ocupador de espaços e contribuiu com 30 passes certos (96% de aproveitamento), oito duelos no chão com sucesso, duas interceptações e um desarme. Uma atuação mais equilibrada nas duas metades do gramado e importante para o sucesso do Botafogo no Nordeste.

CONCORRÊNCIA

?Buscar uma vaga como titular, contudo, não aparenta ser uma missão fácil. O meio-campo é uma das posições na qual o Botafogo possui mais alternativas. Seja para jogar com dois ou três volantes, Alex Santana terá uma disputa sadia com, pelo menos, três jogadores.

Thiaguinho, recém-contratado junto ao Corinthians, Cícero, titular absoluto até aqui sendo primeiro volante, e Caio Alexandre, na primeira completa após subir do time sub-20 são alguns exemplos disto. Paulo Autuori possui quatro atletas para escalar em duas posições - visto que o 4-2-3-1, com um meia mais avançado em campo, será a formação tática adotada.

Outros jogadores, como Luiz Otávio e Gustavo Bochecha, correm por fora, mas também podem beliscar uma vaga quando a oportunidade surgir. Há também, é claro, a possibilidade da chegada de Yaya Touré, que viria com status de estrela para a posição.

Futebol