PUBLICIDADE
Topo

No rastro de Honda! Guarín convida amigo japonês para reforçar o Vasco

Yuto Nagatomo já defendeu a seleção japonesa em três edições da Copa do Mundo - Alex Livesey/Getty Images
Yuto Nagatomo já defendeu a seleção japonesa em três edições da Copa do Mundo Imagem: Alex Livesey/Getty Images

23/02/2020 12h29

Fredy Guarin mal ganhou condições de jogo e já entra em ação para reforçar o elenco do Vasco. Inscrito na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na última sexta-feira, o volante colombiano registrou uma chamada de vídeo com Yuto Nagatomo, no Instagram, neste sábado, e convidou o lateral-esquerdo japonês a vir para a Colina. Nagatomo, que jogou com Guarín na Inter de Milão, da Itália, entre 2012 e 2016, está de saída do Galatasaray, pois deixou de ser utilizado pelo clube turco neste ano, quando perdeu espaço no time.

O contrato dele vale até 30 de junho. A dificuldade do Vasco, porém, é arcar com o alto salário do jogador. Segundo o site turco "Turkish Football News", ele recebe 2 milhões de euros (R$ 9,5 milhões) por ano no Galatasaray, o equivalente a pouco mais de R$ 790 mil por mês.

— Irmão, vem jogar comigo, com a melhor torcida — escreveu Guarín.

O colombiano entrou na onda de torcedores que invadiram as redes sociais de Nagatomo para tentar convencer o jogador a vir para o Vasco. A ideia é ter o sucesso que fez o meia Honda a acertar com o Botafogo, no início do mês.

Quem é ele?

Reprodução
Imagem: Reprodução

Com 33 anos, mesma idade do meia alvinegro, Nagatomo iniciou a carreira profissional defendendo as cores do Tokyo, em 2008. Por essa equipe, o lateral disputou 85 partidas, marcou seis gols e conquistou o título da Copa Suruga de 2010, com vitória nos pênaltis sobre o então campeão da Sul-Americana, a LDU, do Equador: 4 a 3, após empate em 2 a 2 no tempo regulamentar.

Em 2010, iniciou a sua passagem pela Europa, pelo Cesena, da Itália. Por lá, disputou 16 partidas, não balançou a rede dos adversários, mas fez o suficiente para dar passos maiores pela Inter de Milão, onde estreou em fevereiro de 2011, numa goleada por 5 a 3 do time nerazzurri sobre a Roma.

Parceria na Inter

Apesar de ter ficado na Inter até janeiro de 2018, ter disputado 210 jogos e feito 11 gols, a equipe conquistou apenas um título da Copa da Itália durante esse período, em 2011. Na companhia de Guarín, que passou pelo clube italiano de 2012 a 2016, ele disputou 83 partidas, das quais a Inter obteve 39 vitórias, 20 empates e 24 derrotas. Ou seja, um aproveitamento de 55,02%.

A passagem pelo Galatasaray é a mais vitoriosa de Nagatomo, em relação a títulos. Desde fevereiro de 2018 por lá, ele já foi campeão turco duas vezes, em 2018 e em 2019, faturou a Copa da Turquia de 2019, quando também levantou a Supertaça da Turquia.

Em 65 partidas, a última delas em 28 de dezembro do ano passado, quando seu time goleou o Antalyaspor por 5 a 0, marcou três gols. O último gol dele foi marcado no dia 17 daquele mês, em goleada por 4 a 0 sobre o Tuzlaspor. Com a chegada do uruguaio Marcelo Saracchi, em janeiro, Nagatomo perdeu espaço e pediu para deixar o clube turco no início deste mês.

Três Copas do Mundo no currículo

Yuto Nagatomo também tem a sua história da seleção do Japão, pela qual foi campeão da Copa da Ásia em 2011. Disputou os 90 minutos da final contra a Austrália, jogo em que a seleção japonesa venceu por 1 a 0, com gol de Tadanari Lee. Pelo Japão, ele disputou já 122 jogos e marcou quatro gols.

O lateral-esquerdo disputou as Copas do Mundo de 2010, na África do Sul, de 2014, no Brasil, e de 2018, na Rússia. O último jogo dele pela seleção foi em 14 de novembro do ano passado, quando ela venceu Quirguistão por 2 a 0, na casa do adversário.

Nagatomo ainda representou o Japão nos Jogos Olímpicos de Paquim, na China, em 2008. Esteve em campo nas derrotas para Estados Unidos e Holanda, ambas por 1 a 0. O Japão foi eliminado do torneio ainda na primeira fase.

Vasco