PUBLICIDADE
Topo

Arrependido, jovem que provocou torcida do Palmeiras espera chance no clube

Luan Silva (à direita) foi inscrito pelo Palmeiras no Campeonato Paulista de 2020 - Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Luan Silva (à direita) foi inscrito pelo Palmeiras no Campeonato Paulista de 2020 Imagem: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

21/02/2020 09h00

Classificação e Jogos

Luan Silva chegou ao Palmeiras em 2019, emprestado pelo Vitória até maio de 2020, e enfrentou duas lesões no joelho esquerdo que não o deixaram atuar pelo clube no ano passado. Agora, na expectativa de ficar, se encheu de ansiedade ao ser relacionado para a primeira partida, contra o Guarani, ontem. O jovem atacante, que se arrepende de ter provocado a torcida, espera tanto uma chance que chegou a achar que ela já tinha chegado.

"Ele [Luxemburgo] chamou o Luan zagueiro, achei que era eu e fui tirando logo o colete... A ansiedade é muito grande. Um ano parado é muito complicado. Infelizmente, tive duas lesões graves, mas serviu de aprendizado, para eu me preparar psicologicamente e fisicamente. Quando tiver oportunidade, vou dar meu melhor", prometeu o jogador de 20 anos, após a vitória sobre o Guarani, pela fase de grupos do Campeonato Paulista.

Siga o UOL Esporte no

A volta ao Allianz Parque ocorre depois de o atacante ter feito algo que, hoje, ele se arrepende. Em 2 de dezembro de 2018, jogou por um Vitória já rebaixado na partida em que o Verdão, matematicamente campeão brasileiro, atuou sabendo que ergueria a taça. Luan Silva fez o gol de empate e provocou a torcida palmeirense ao comemorar perto do setor em que ficam as organizadas na arena - pouco depois, nos minutos finais, Bruno Henrique garantiu a festa fazendo o 3 a 2.

"Daquele jogo, até o que fiz após o gol serviu de aprendizado. Eu me arrependi, errei. Talvez, seja a hora de pedir desculpa. É um novo começo, uma nova história. O grupo todo me recebeu muito bem. Tenho exemplos aqui, vi pessoas que jogaram Copa do Mundo quando eu era pequeno. É uma grande honra, serve muito de aprendizado para o resto da minha vida", disse Luan.

Bastante sincero, Luan não esconde que vive a expectativa de confirmar uma sequência no Palmeiras. O Verdão discute com o Vitória a renovação do empréstimo, ao menos até dezembro. A opção de compra neste meio do ano é de 3,5 milhões de euros (R$ 16,5 milhões), só que a ideia do Palmeiras é ver o atacante jogando mais antes de acertar com ele em definitivo.

"O que se diz é que talvez eu fique. Querem prorrogar o contrato. Estou aqui para ajudar o Palmeiras. Independentemente do que for feito, estou aqui para honrar essa camisa gigante. Só de estar adquirindo experiência nesse primeiro jogo é algo incrível. Jamais vou esquecer na minha vida. Quero vir mais 300 jogos, 400 jogos, se Deus quiser", imaginou.

O desempenho de Luan Silva nos treinos tem rendido seguidos elogios de Vanderlei Luxemburgo. Tanto que o jogador foi inscrito no Paulistão, deixando somente mais três vagas na lista principal - e dever ser de Rony, que está perto de fechar com o Palmeiras. Luan já imagina como seria atuar na Libertadores, competição na qual o clube deve definir os 30 participantes na semana que vem.

"É gigante eu ter vindo para o meu primeiro jogo no Paulista, imagina na Libertadores. Sempre foi meu sonho. A partir do momento que fui relacionado, passou uma grande história na minha vida, de tudo o que passei, um moleque batalhador, sonhador, que sempre ajudou a família. Torço muito para que eu seja inscrito e jogue, porque é um grande sonho", afirmou o atacante.

Palmeiras