PUBLICIDADE
Topo

Botafogo aceita nova pedida salarial de Touré e prepara pré-contrato

21/02/2020 18h59

A reunião entre Botafogo e Yayá Touré, nesta sexta-feira terminou em impasse. O jogador de 36 anos pediu um aumento do salário bruto para que pudesse receber os R$200 mil mensais acordados limpos dos impostos brasileiros. As negociações se deram por telefone entre o marfinense, em Londres e dirigente Carlos Augusto Montenegro, em Paris. A alíquota que incide sobre a renda no país é de 27,5%. O Glorioso aceitou os termos propostos pelo atleta e prepara um novo pré-contrato para enviar ao marfinense.

Os dirigentes seguem otimistas quanto ao acerto, mas não deram previsão de para o desfecho do caso. As conversas se iniciaram por volta de 15h (de Brasília).

Destaque em gigantes do futebol europeu como Barcelona (ESP) e Machester City (ING), Touré foi oferecido ao Botafogo por Marcos Leite, mesmo empresário que intermediou a vinda do japonês Keisuke Honda ao clube. Ao longo da última semana, o Alvinegro juntou recursos com a ajuda de investidores - entre eles o youtuber Felipe Neto - para enviar proposta oficial para o estafe do jogador de 36 anos.

Yaya Touré gostou dos termos propostos pelo Botafogo e, após conversar com a família, aceitou a mudança para o Rio de Janeiro. A questão financeira, no entanto, travou as negociações, por ora.

A mobilização da torcida nas redes sociais tem sido fator determinante para convencer o craque africano a aceitar a transferência para o futebol brasileiro. Desde o início das conversas, botafoguenses enviaram inúmeras mensagens ao jogador. A hashtag "YayaTourénoBotafogo" chegou a figurar entre os assuntos mais comentados do Twitter, durante vários dias da última semana.

Futebol