PUBLICIDADE
Topo

Justiça do Trabalho aprova investimento de empresa russa no Paraná

20/02/2020 10h58

Na última quarta-feira, a Justiça do Trabalho homologou a parceria entre o Paraná e a TSI, empresa russa que vai investir pesado no time da Vila Capanema.

Inicialmente, o contrato terá duração de três anos. Na primeira temporada, o investimento será de R$ 2,8 milhões, em 2021 é de R$ 5,6 milhões e por fim, em 2022, último ano da parceria, a ideia é colocar R$ 11,2 milhões nos cofres do Tricolor.

Além do investimento na equipe profissional, que terá 12 reforços para a disputa da Copa do Brasil e Série B, a TSI se compromete a quitar os salários atrasados do elenco e funcionários e pagar o 13º de 2019.

O homem forte da empresa no Paraná é Felipe Ximemes. Com passagens por grandes clubes do país, o dirigente será o responsável por agilizar as contratações e colocar ordem na casa. Alex Brasil, gerente de futebol, permanece no clube e vai trabalhar em conjunto com o novo parceiro.

A chegada da empresa visa apaziguar os ânimos dentro do Tricolor e dar uma nova visão de horizonte a um time que, nos últimos anos, se acostumou a conviver com problemas financeiros.

Futebol