PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Estreante da noite, Autuori dedica vitória a Valdir Espinosa e Valentim

20/02/2020 01h38

Após empate por 1 a 1 no tempo normal, o Botafogo derrotou o Náutico por 4 a 3 nos pênaltis com grande destaque para o goleiro Gatito Fernández. No estádio dos Aflitos, o paraguaio, especialista no assunto, defendeu as cobranças de Ronaldo Alves e Paiva e colocou o Glorioso na terceira fase da Copa do Brasil 2020.

Em coletiva de imprensa, o estreante da noite, Paulo Autuori dedicou a vitória a Valdir Espinosa e Alberto Valentim. O atual gerente técnico do Botafogo se afastou do cargo por problemas de saúde. Já o ex-treinador do alvinegro segue sem clube após demissão ao ser eliminado do primeiro turno do carioca.

- Quero dedicar essa passagem a duas pessoas. Primeiro ao nosso querido Valdir Espinosa. Campeão, é sua. Feliz em saber que está bem. Esperamos você. A outra é Alberto Valentim. Eu não fiz absolutamente nada, apenas aproveitei o que o Alberto fez de bom. Todo treinador, esteja a ganhar ou não, deixa coisas positivas - comentou o treinador

O Botafogo teve dez dias de treino para o jogo desta noite, porém voltou a mostrar fragilidade defensiva, sobretudo na cobertura dos laterais. Apesar de só definir o confronto nos pênaltis, o comandante elogiou o trabalho da equipe adversária e destacou o desempenho do time alvinegro.

- Um jogo difícil, já sabíamos, o Náutico está animado pelo que tem feito, com toda razão. Destacar o excelente trabalho que o Gilmar tem feito. Sabíamos que era uma equipe competitiva, que joga com algumas movimentações. Nós não podemos tomar aquele gol, porque sabíamos que ia acontecer. Sofremos, mas eu gostei da equipe, já subiu a marcação, foi agressiva, tentou finalizar mais do que tem feito, jogou mais no campo do adversário - destacou o treinador.

Na próxima fase da Copa do Brasil, o Botafogo encara o Paraná Clube ou Bahia de Feira. Já pelo Campeonato Carioca, o alvinegro estreia na Taça Rio, dia 01 de março, contra o Boavista, às 19h, no Engenhão.

Outras respostas do treinador alvinegro

Disputa de pênaltis

- Estava tudo definido. Jamais entro em uma situação como essa no "vamos, vamos". Temos os batedores, os outros que podem bater. Com o Gatito, o Flavio (Tênius, preparador de goleiros) informou tudo a ele. Parabéns a ele e à equipe, foi um jogo difícil - salientou.

Classificação na Copa do Brasil

- Importante para o clube. Os valores envolvidos na Copa do Brasil são significativos. Como a maioria dos clubes está em dificuldade, a Copa do Brasil fica ainda mais importante. E acho lindo que estamos desacreditados. Temos que trabalhar, e eles trabalharam. Ainda precisamos agregar mais coisas. Se não mudarem outra data, só vamos jogar contra o Boavista. - comemorou.

Elogio ao time

- Eles me mostraram algumas coisas que a gente tentou orientar. Foi pouco tempo para treino. Tinham alguns dias, e colocam o jogo em uma data como essa, que quase não temos voos por conta do Carnaval. Fizeram de uma hora para outra. Essas coisas precisam ser faladas. Só falar se o jogador jogou bem ou jogou mal ou se o técnico mexeu bem ou mexeu mal é fácil. É preciso tocar em pontos importantes - elogiou.

Cícero de Centroavante

?

- Tínhamos uma estratégia clara e era um jogo importante. Precisava de alguém com força mental, vivência, experiência. Se entra um jovem, pode ser julgado. Assim é o futebol brasileiro, acontece esse desperdício - citou.

Estreia de Honda

- Vamos aguardar. Hoje, trouxemos o Cortez, contava com ele porque estava treinando muito bem, mas ontem eu soube que não poderia jogar. Prefiro ser mais prudente para falar sobre a estreia dele. Só quando tivermos a confirmação em termos administrativos - ressaltou.

Futebol