PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Como estão as situações de Renato Augusto e Paulinho na China

Paulinho e Renato Augusto comemoram terceiro gol brasileiro - Andre Penner/AP
Paulinho e Renato Augusto comemoram terceiro gol brasileiro Imagem: Andre Penner/AP

19/02/2020 08h00

A torcida do Corinthians vem pedindo dois nomes para compor o meio-campo do time. Com passagens de sucesso pelo clube, Renato Augusto e Paulinho estão no imaginário dos torcedores para um possível retorno ao Parque São Jorge.

O clamor ficou mais forte pelo surto de coronavírus na China, onde a dupla atua, no Beinjing Guoan e Guangzhou Evergrande, respectivamente. Com o Campeonato Chinês suspenso até março, muitos jogadores brasileiros estão no Brasil para passarem um tempo com a família. Paulinho, inclusive esteve no CT Joaquim Grava na terça-feira passada e aproveitou para matar a saudade dos funcionários e ex-companheiros.

Porém, a situação da dupla não é muito favorável para um possível retorno. Paulinho é um dos principais jogadores do Guangzhou e recebe um salário considerado acima dos padrões do futebol brasileiro. Ele tem contrato com o Guangzhou até o fim de 2023. A sua multa rescisória está estipulada em 23 milhões de euros (cerca de 108 milhões de reais), segundo o Transfermarkt.

Já Renato Augusto não está na China. O Beijing Gouan, atual equipe do brasileiro, fez a pré-temporada fora do país e ainda não retornou. Ele, inclusive, atuou nesta semana na Liga dos Campeões da Ásia, que não foi interrompida. Com contrato até o final de 2021, Renato tem uma multa rescisória estipulada em nove milhões de euros (cerca de 42 milhões de reais).

Por fim, a única possibilidade, ainda que remota do Corinthians conseguir repatriar algum dos jogadores seria com empréstimo com os chineses pagando os vencimentos. Por enquanto, ainda não há uma negociação. Resta saber os próximos passos.

Corinthians