PUBLICIDADE
Topo

Henderson sobre Coutinho: "Acredito que tempo dele no Liverpool já passou"

Jordan Henderson levanta o troféu do Mundial de Clubes 2019 conquistado pelo Liverpool - Giuseppe Cacace/AFP
Jordan Henderson levanta o troféu do Mundial de Clubes 2019 conquistado pelo Liverpool Imagem: Giuseppe Cacace/AFP

18/02/2020 09h54

Classificação e Jogos

Jordan Henderson, meia e capitão do Liverpool, concedeu entrevista ao jornal Sport e abriu o jogo sobre o momento da equipe que enfrenta hoje o Atlético de Madrid pela Liga dos Campeões. O inglês também comentou sobre a saída de Philippe Coutinho para o Barcelona, a chegada do goleiro Alisson e as mudanças fundamentais para que o time chegasse no atual nível de futebol.

O camisa 14 disse que, a princípio, a ida de Coutinho para a Espanha preocupou o elenco.

"Senti que tínhamos que voltar a nos reforçar, é claro. Eu pensei que seria uma grande perda para nós, seria para qualquer equipe. Mas senti que era um momento para dar um passo à frente. Os meninos elevaram a contribuição e conseguimos continuar muito bem sem ele.

Porém, Henderson hoje acredita que hoje o Liverpool conseguiu superar a sua saída e sua volta é improvável.

"Phil é um bom amigo meu. Eu acho que ele é um jogador de futebol excepcional, ele tem tudo, ele tem uma ótima atitude e adora futebol. Então, é claro, para mim seria sempre bem-vindo, mas não depende de mim. Provavelmente é melhor perguntar isso ao técnico", disse.

"Os meninos o amavam, então, se você perguntar a qualquer um deles, tenho certeza que eles dirão que adorariam tê-lo de volta. Mas acho que o tempo dele aqui passou, ele se mudou e espero que, no futuro próximo, vejamos o mesmo Phil que vimos aqui", completou.

Embora um brasileiro tenha saído, outro chegou, mas não sozinho. Alisson tem sido uma peça fundamental para o setor defensivo da equipe, mas também o holandês Van Dijk tem tido uma contribuição muito importante e ambos aterrissaram em Anfield em 2018 e são alvos de constantes elogios.

"Acho que os dois merecem créditos, mas outros jogadores também chegaram e se estabeleceram muito bem. Os dois são incríveis, temos um grupo não só de bons jogadores, mas de pessoas fantásticas", disse.

O capitão também elogiou o comandante que desde sua chegada mudou o Liverpool de patamar em relação aos últimos anos.

" Desde que chegou ao clube, todos acreditavam que íamos conseguir coisas especiais. Até quando perdíamos em uma final, notava-se que o treinador agia de maneira diferente. Ele acreditava muito nos jogadores e no que estava fazendo que era só questão de tempo".

Desde que chegou ao Liverpool, em 2011, com apenas 20 anos, Henderson amadureceu crescendo ao lado de jogadores como Gerrard e viveu diversos momentos com o clube. No entanto, apenas recentemente começou a empilhar e levantar os troféus, sendo campeão da Liga dos Campeões, Mundial de Clubes da Fifa, Supercopa da Uefa e está prestes a ganhar o primeiro título do Campeonato Inglês.

Liverpool