PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Visitando o Imperatriz, Fortaleza vence e assume liderança da chave no Nordestão

17/02/2020 22h03

Em partida que fechou a quarta rodada da Copa do Nordeste, no estádio Frei Epifânio Imperatriz e Fortaleza entraram em campo e o Leão do Pici mostrou porque é o atual campeão do torneio ao conseguir um vital triunfo por 2 a 1. Agora, enquanto a equipe de Rogério Ceni lidera o Grupo A pelo saldo de gols, já que tem os mesmos oito pontos do Botafogo-PB, o Cavalo de Aço está fora do G4 do Grupo B ocupando a quinta colocação com quatro unidades.

PISOU NO ACELERADOR

O começo da partida teve como protagonista o time anfitrião acelerando as jogadas pelas laterais onde, explorando uma certa surpresa do lado do Leão do Pici, a equipe maranhense foi rapidamente capaz de assustar a zaga do Fortaleza com o cruzamento de Hudson sendo cortado de maneira providencial pelo zagueiro colombiano Quintero. Tricolor acuado e Cavalo de Aço em cima!

RECLAMAÇÃO CEARENSE, LAMENTAÇÃO MARANHENSE

?

Em três oportunidades diferentes, o time visitante tentou fazer a jogada de bola alçada na área onde, no corte, a bola pareceu bater no braço dos defensores que fizeram a interceptação. Como em todos os lances a arbitragem de José Reinaldo Figueiredo da Silva Filho não marcou nada, a reclamação dos jogadores, mas principalmente por parte da comissão técnica no banco do Frei Epifânio, tomaram conta do confronto.

Aos 28 minutos, o time dirigido pelo técnico Paulinho Kobayashi acabou não capitalizando a melhor chegada no ataque que conseguiu formular depois de bola que bateu e rebateu dentro da grande área. Depois do corte parcial do lateral-direito Tinga, Joelson dominou quase na pequena área e, com liberdade, bateu cruzado por sobre o travessão de Felipe Alves levantando o torcedor em Imperatriz.

AJUDA PROVIDENCIAL

Logo na volta do intervalo, com apenas um minuto de jogo, uma jogada pelo lado esquerdo do ataque executada pelo time do Pici rendeu a abertura do placar. Depois do passe dado pelo lateral-esquerdo Carlinhos, o meia-atacante David deu um corte espetacular na marcação logo quando invadiu a grande área e tentou o chute pro gol, mas viu o zagueiro Renan Dutra cortar a finalização pra dentro da própria meta.

JOGO LÁ E CÁ!

O duelo ficou bastante aberto do ponto de vista onde a velocidade na retomada de bola e avanço na busca por encontrar o adversário fora de posição se tornou a tônica do confronto e, dentro desse ritmo, os comandados de Rogério Ceni acabaram encontrando o espaço que precisavam para deixar o placar ainda mais amplo. Aos 27, Tinga chegou na linha de fundo e cruzou no pé de David que bateu deslocando o arqueiro Waldson.

O Cavalo de Aço se negava a dar-se por vencido e seguia insistindo apoiado, principalmente, na bola aérea onde o ataque maranhense conseguia levar mais vantagem sobre a defesa do Fortaleza. Foi inclusive dessa forma que, com 40 minutos, a batida de falta pela direita executada por Hudson caiu com Matheus João que chutou forte, por baixo de Felipe Alves, diminuindo a desvantagem.

LEÃO VALENTE

Nos minutos finais, o time da casa até tentou partir pra cima de maneira um tanto quanto "desesperada" para chegar a igualdade do confronto e assustou novamente na bola alta onde Felipe Alves e a zaga do Tricolor evitaram com que sua meta fosse novamente vazada.

Futebol