PUBLICIDADE
Topo

Rádio diz que Barcelona contratou empresa para defender dirigentes e atacar jogadores na internet

17/02/2020 15h30

A crise no Barcelona parece não ter fim. Nem mesmo após uma vitória importante no Campeonato Espanhol o clima ameniza nos corredores do clube catalão. Nesta segunda-feira, mais uma polêmica tomou conta dos noticiários. Segundo a rádio espanhola 'Cadena SER', diretores da equipe blaugrana contrataram serviços para serem usados em benefício próprio a fim de ganhar elogio nas redes sociais. Em contrapartida, os jogadores eram criticados.

No programa 'Què t'hi jugues', a informação era de que a empresa 'I3 Ventures' criou perfis na internet para enaltecerem o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, e atacar a imagem de jogadores como Messi, Piqué e Xavi. O valor pago pelos clués teria sido de 1 milhão de euros (cerca de R$ 4,6 milhões, na cotação atual), em seis parcelas.

BARCELONA SE PRONUNCIA E NEGA

Depois da notícia, o clube catalão emitiu nota oficial negando que a empresa tenha vínculo com contas que estejam criticando os atletas do clube. No entanto, a diretoria confirmou que a 'I3 Ventures' presta serviços à equipe.

- A I3 Ventures, prestadora de serviços do Clube, não tem relacionamento com as contas mencionadas e, se surgir algum relacionamento, o Clube encerrá imediatamente seu contrato e iniciará qualquer ação legal necessária para defender seus interesses - disse o Barcelona, em comunicado.

CRISE GERAL

O Barcelona enfrenta uma turbulenta crise política e administrativa na atual temporada, mas que é um reflexo de insucesso de anos anteriores. O clube foi criticado pela forma como conduziu a demissão do ex-treinador Ernesto Valverde e pela contratação de Quique Setién. Recentemente, o argentino Lionel Messi não gostou de declarações de Abidal, ex-jogador do Barça e atual diretor, e rebatou o francês publicamente.

Futebol