PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Alisson retorna ao palco do título da Liga dos Campeões e projeta duelo equilibrado com o Atlético de Madrid

17/02/2020 12h51

Com 25 vitórias em 26 jogos no Campeonato Inglês, o Liverpool abriu 25 pontos de vantagem para o vice-líder Manchester City e está cada vez mais perto do título nacional. Nesta semana, porém, o foco da equipe é a Liga dos Campeões e o atual campeão europeu voltará ao Wanda Metropolitano, palco da conquista do ano passado, para encarar o Atlético de Madrid, na terça-feira, pelo primeiro duelo das oitavas da final.

Alisson, um dos principais nomes dos Reds na busca pelo bicampeonato foi fundamental na última temporada, quando brilhou nos principais jogos e foi para o Liverpool vencer a Liga dos Campeões, bater o recorde de pontuação do time na Premier League e conquistar o Mundial de Clubes, além de ter sido peça fundamental na vitoriosa campanha da seleção brasileira na Copa América, o camisa 1 do time de Anfield chega para o confronto diante dos espanhóis com o moral elevado.

No último final de semana, Alisson se destacou na vitória de 1 a 0 sobre o Norwich, alcançou o décimo jogo sem sofrer gol em 18 atuações no Inglês e assumiu a liderança de Clean Sheets da competição nacional. Apesar da grande fase individual e coletiva, o brasileiro prega muito respeito ao Atlético e descarta qualquer favoritismo.

- Nós sabemos que vivemos um momento especial na Premier League e que estamos jogando bem, mas a Champions League é uma outra competição. É um torneio mata-mata e qualquer vacilo pode ser fatal porque você não tem tempo para se recuperar. Iremos enfrentar o Atlético de Madrid, que já provou nas últimas temporadas que é um dos times mais difíceis de ser batido da Europa. Acredito que serão duas partidas extremamente complicadas e a classificação será decidida nos detalhes. Precisamos manter o foco do primeiro ao último minuto na terça-feira para voltarmos para a Inglaterra com um bom resultado", afirmou o goleiro.

O arqueiro também falou sobre a sensação de retornar ao palco onde conquistou a Champions League na última temporada.

- É muito bom poder voltar ao estádio onde conquistamos um dos principais campeonatos da história do Liverpool. A gente sabe que os títulos são fundamentais na carreira do jogador e todo nosso elenco ficará marcado para sempre na história do clube. É legal poder relembrar aquela conquista porque foi uma campanha extremamente difícil. Amanhã teremos outro grande desafio e espero que a gente consiga fazer mais uma boa apresentação no estádio", concluiu o brasileiro, relembrando o triunfo de 2 a 0 sobre o Tottenham, quando foi um dos melhores jogadores da final europeia.

Em busca do bicampeonato inédito do clube na Champions League

O Liverpool já conquistou a principal competição europeia seis vezes na história (1976/77 - 1977/78 - 1980/81 - 1983-84, 2004/05 e 2018/19). O bicampeonato na década de 70, porém, foi pelo antigo formato, quando a competição ainda chamava-se Copa dos Campeões.

A partir de 1992, quando o torneio mudou o formato e adotou o nome de Liga dos Campeões, apenas o Real Madrid conseguiu conquistá-lo por duas temporadas consecutivas (2016/17 e 2017/18). E, no ano seguinte, a equipe Merengue ainda aumentaria o feito ao faturar o tricampeonato na temporada 2018/19.

Futebol