PUBLICIDADE
Topo

Inglês - 2019/2020


Martinelli elogia o Arsenal e diz que Liga Inglesa é a melhor do mundo

Gabriel Martinelli celebra gol marcado pelo Arsenal em partida contra o Sheffield United em janeiro de 2020 - Daniel Leal-Olivas/ AFP
Gabriel Martinelli celebra gol marcado pelo Arsenal em partida contra o Sheffield United em janeiro de 2020 Imagem: Daniel Leal-Olivas/ AFP

07/02/2020 16h27

Classificação e Jogos

Um dos destaques do Arsenal na temporada, o atacante Gabriel Martinelli tem chamado a atenção de todo o mundo. Rápido e com faro de gol, o jogador de 18 anos é atualmente titular do time de Londres.

Ao jornal Marca, da Espanha, o brasileiro contou um pouco de sua trajetória e disse como foi que chegou à Terra da Rainha após um começo meteórico no Ituano, de São Paulo.

"Joguei a Copinha e muito rapidamente o Campeonato Paulista. Eu fui bem e tive algumas ofertas. O Arsenal foi quem fez uma proposta mais firme e um planejamento sério. Me ofereceram para treinar com o time principal. Nós não pensamos duas vezes. Era o meu sonho e o sonho dos meus pais que um dia eu pudesse jogar na Europa. Não pensei duas vezes porque o Arsenal é um dos maiores clubes da Europa", contou o atacante.

Ao ser perguntado sobre o Campeonato Inglês, a joia foi só elogios. Considerado por muitos como o melhor torneio do mundo, o brasileiro também mostrou que pensa assim.

"A Premier League é o melhor campeonato do mundo, na minha opinião. A cada jogo me surpreendo mais com os estádios, as torcidas, a qualidade da grama e também com o estilo de jogo. Todas as equipes atacam, querem jogar e têm muita intensidade", elogiou Gabriel.

Antes de se destacar no time profissional do Ituano, Martinelli passou por um período no Barcelona, treinando em La Masia, a divisão de base do clube blaugrana. O jovem também comentou sobre isso.

"Pouco antes da Copa de São Paulo, passei alguns dias treinando em Barcelona. Passei 15 dias lá, que foi o período que passei de férias nos sub-17, que terminou em outubro. Como a Copinha só começou em janeiro, treinaríamos em dezembro. E em novembro eu ficaria livre. O Barcelona me convidou para treinar com eles em La Masia, mas depois eles não quiseram fazer nada comigo, não me disseram nada. Voltei para o Ituano, joguei a Copinha e depois vim para o Arsenal", concluiu.

Ouça o podcast Posse de Bola, a mesa redonda do UOL sobre futebol, com Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.