PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Dia da Memória Rubro-Negra: emenda é proposta por conselheiros do Flamengo

Reprodução/SporTV
Imagem: Reprodução/SporTV

05/02/2020 06h00

O trágico incêndio que vitimou 10 jovens atletas no alojamento do CT do Ninho do Urubu completará um ano no próximo dia 8, e, na última sexta, um grupo de conselheiros do Flamengo deu entrada em um documento ao Conselho Deliberativo do clube para tornar a data no 'Dia da Memória Rubro-Negra".

Segundo informações do jornal "O Dia", 58 sócios assinaram o documento, o que obriga Antônio Alcides, presidente do Conselho, a encaminhar o pedido, que será avaliado dentro de 15 dias úteis.

Caso seja considerado matéria estatutária, é preciso apresentar a pauta para os demais conselheiros do Fla - que podem sugerir emendas - e, por fim, marcar uma data para votação.

O projeto é visto como uma forma de homenagear as vítimas da tragédia. O incêndio completa um ano no próximo sábado, data do jogo entre Flamengo e Madureira, no Maracanã. A expectativa é de que o clube realize uma série de ações em memória de Athila Paixão, de 14 anos, Arthur Vinícius, 14 anos, Bernardo Pisetta, 14 anos, Christian Esmério, 15 anos, Gedson Santos, 14 anos, Jorge Eduardo Santos, 15 anos, Pablo Henrique, 14 anos, Rykelmo de Souza Vianna, 16 anos, Samuel Thomas Rosa, 15 anos, e Vitor Isaías, 15 anos.

As investigações da Polícia seguem e os responsáveis pelo ocorrido ainda não foram apontados. Em recente entrevista ao canal "FlaTV", veículo de mídia do clube, o presidente Rodolfo Landim, o CEO Reinaldo Belotti e o vice-presidente geral e jurídico Rodrigo Dunshee falaram sobre o caso e os desdobramentos.

Flamengo