PUBLICIDADE
Topo

Francês: Raphinha brilha e lidera virada heróica do Rennes sobre o Nantes

O brasileiro Raphinha, do Nantes, celebra gol marcado contra o Rennes, pelo Francês. Ele marcou dois gols da vitória de virada do time - DAMIEN MEYER/AFP
O brasileiro Raphinha, do Nantes, celebra gol marcado contra o Rennes, pelo Francês. Ele marcou dois gols da vitória de virada do time Imagem: DAMIEN MEYER/AFP

01/02/2020 12h23

Classificação e Jogos

A noite de ontem ficará marcada para sempre na memória de Raphinha. Com dois gols, o brasileiro foi o grande responsável pela heroica virada do Rennes sobre o Nantes, por 3 a 2, pela 22ª rodada do Campeonato Francês.

Os donos da casa perdiam de 2 a 1 até os acréscimos do segundo tempo, mas foram pra cima, empataram e chegaram ao triunfo no último momento da partida.

Para dar ainda mais emoção ao duelo, em um primeiro momento, o lance derradeiro foi invalidado pelo juiz, que assinalou impedimento do camisa 7. Ao revisar a jogada pelo VAR, porém, o árbitro confirmou o gol e o brasileiro pôde, enfim, comemorar a vitória junto com os companheiros.

Mesmo atuando fora de casa, o Nantes foi quem saiu na frente, aos dois minutos do segundo tempo, graças a gol contra de Damien Da Silva. Aos 26 minutos, porém, o Rennes deixou tudo igual com Raphinha aproveitando rebote de um pênalti desperdiçado por M'Baye Niang. Os visitantes voltaram a ficar à frente no marcador após tento de Moses Simon e seguravam a vitória até os 50 minutos da etapa final, quando Benjamin Bourigeaud deixou tudo igual. Para a festa ficar completa, entretanto, faltava a virada e, mesmo que improvável, ela veio dos pés do brasileiro no último minuto do confronto.

- Hoje foi um daqueles jogos que ficará marcado para sempre na minha memória. Era um confronto direto, contra um dos nossos principais adversários no campeonato e ficamos atrás no placar duas vezes. Mesmo assim, a gente seguiu pressionando, acreditando na vitória, e conseguimos marcar dois gols nos acréscimos. Todo mundo está de parabéns porque foi uma partida sensacional de todo o time", comentou o brasileiro, que também falou sobre a sensação de ter passado por uma situação atípica - afirmou Raphinha.

- Foi uma situação inusitada. A gente tinha acabado de empatar e fomos pra cima. Adrenalina a mil, a torcida nos empurrando. Aí a bola sobrou e eu fiz o gol, mas na hora já olhei para o bandeira e vi que ele deu impedimento. A sensação até era a de que eu estava impedido, mas sempre rola aquela esperança. Quando confirmaram o gol, nem acreditei e só queria comemorar muito com os companheiros. Fico feliz demais por seguir ajudando o Rennes nessa ótima campanha - completou.

Com o resultado, o terceiro colocado Rennes chegou aos 40 pontos e se aproximou do Olympique de Marselha, vice-líder com 42 e que ainda joga na rodada. O PSG segue na ponta da tabela, com 52 pontos. Na próxima rodada, o clube de Raphinha visitará o Lille, na terça-feira (4), fora de casa.

Pouco conhecido dos torcedores brasileiros, afinal de contas, sequer chegou a atuar profissionalmente no país, Raphinha se destacou nas temporadas anteriores no futebol de Portugal, pelo Vitória de Guimarães e Sporting. As grandes atuações fizeram com que o Rennes investisse alto na sua contratação para a atual temporada. Desde então, o jogador já disputou 23 partidas pelo clube, marcou seis gols e deu duas assistências.