PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Ruiz se coloca à disposição para jogar no Santos, mas relembra de dívida

26/01/2020 13h36

O meia Bryan Ruiz se pronunciou pela primeira vez por meio de suas redes sociais. O atleta se colocou à disposição para atuar no Santos, mas relembrou da dívida da diretoria do Peixe caso queiram rescindir seu contrato.

O assunto é antigo. Bryan Ruiz pede uma rescisão amigável desde o início de 2019. O Santos aceitou, mas o principal impasse se dá com o estafe do costarriquenho.

- Se querem que eu fique, fico disponível para jogar e me esforçar (como sempre tem sido). Mas, se querem que eu vá embora, devem me pagar o que me devem para poder falar de rescisão. Se não cumprem algo, deve se lutar por seus direitos - escreveu o jogador, em seu Twitter.

Como o LANCE! antecipou, há divergências entre os advogados do atleta e o departamento jurídico do Santos no que se refere ao valor da rescisão. O estafe de Bryan tem aumentado a pedida, fato que tem incomodado os envolvidos do Peixe na negociação.

O Santos já garantiu que, mesmo com a rescisão, pagaria o direito de imagem do meia até o fim de contrato. Ele tem vínculo com o Alvinegro até o fim desta temporada.

Mesmo sem atuar desde novembro de 2018, Bryan já chamou atenção do Deportivo Saprissa e do Alajuelense, ambos times da Costa Rica, mas o jogador tem o desejo de voltar a atuar na Europa.

Bryan não atua pelo Alvinegro desde novembro de 2018, na derrota para a Chapecoense, no Pacaembu, por 1 a 0, pelo Brasileirão. O treinador do Peixe ainda era Cuca. Atualmente, treina com os atletas do Santos B

Futebol