PUBLICIDADE
Topo

Com dois gols de Edu, Brusque derrota o Avaí e conquista a Recopa Catarinense

18/01/2020 22h35

E a estreia da temporada para o Avaí não foi como o torcedor imaginava. Na noite deste sábado, pela Recopa Catarinense, o Brusque acabou levando a melhor na partida e vencendo pelo placar de 2 a 0, levantando a taça no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Virando a chave, o Leão agora terá como próximo adversário a Chapecoense, pelo estadual, enquanto o Quadricolor enfrentará o Marcílio Dias. Ambos os jogo serão realizados quarta-feira (22).

O JOGO

Logo nos primeiros 10 minutos de confronto, era nítido o equilíbrio dos times em campo. Com duas boas chegadas de cada lado, sendo a do Avaí com Valdivia, e Thiago Alagoano, pelo Brusque, o torcedor sofria nas arquibancadas da Ressacada.

Na sequência, o panorama não havia mudado tanto. Com a força de sua casa, o time alviazul conseguia produzir algumas jogadas de efeito, deixando o adversário atento. Entretanto, os visitantes também arriscavam-se em seu campo de ataque, sendo o melhor lance criado por Edu, mas a bola acabou subindo mais do que o atleta queria na finalização.

Com o Brusque crescendo jogo, tendo até um gol anulado, o Leão ainda chegou com perigo com Alemão. No entanto, no momento da finalização, o atleta acabou errando.

Aproveitando os espaços que eram cedidos pelos donos da casa, o atacante Edu, antes do encerramento da etapa inicial, colocou os visitantes em vantagem no marcador. Após receber com passe pela ponta direita, o camisa 9, com estilo, mandou no ângulo do goleiro Lucas Frigeri. 1 a 0.

No retorno para a última etapa, apenas o Avaí voltou com mudanças. Deixando o seu lugar para Jonathan, Alemão acabou sendo o escolhido para a troca.

Tentando a recuperação, o Leão não quis saber de ceder espaços ao adversário. Com isso, nos primeiros 10 minutos, chegou com perigo duas vezes, sendo a primeira com o meia Wesley e, na segunda, com Pedro Castro, mas defesa da equipe do Brusque não dava chances.

Com o tempo passando, além de alterações de ambos os lados, o confronto seguia com o mesmo panorama. No entanto, na reta final do confronto, aos 40 minutos, quando ainda tudo parecia que não estava resolvido, outra vez ele, Edu, tratou de colocar o Brusque ainda mais em vantagem, apenas empurrando a bola para o fundo das redes.

Já nos acréscimos, o time comandado por Jersinho apenas administrou o resultado, comemorando o título após o apito do árbitro.

Futebol