PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Zaga forte: Caetano e Rodolfo são apresentados no Coritiba

17/01/2020 17h52

O setor defensivo do Coritiba ganhou oficialmente nessa sexta-feira (17) dois reforços que misturam juventude e experiência a serem agregadas no plantel de Eduardo Barroca: os zagueiros Caetano e Rhodolfo.

A apresentação tanto do defensor de apenas 20 anos de idade que chega por empréstimo do Corinthians como do já experimentado atleta de 33 anos de idade que terminou seu vínculo junto ao Flamengo ocorreu antes de mais um treino do elenco feito no estádio Couto Pereira.

Nas palavras de Rhodolfo, os temas que mais chamaram a atenção foram, naturalmente, a sua ligação com o arquirrival Athletico-PR tendo sido formado e passado sete anos no clube além dos motivos que o fizeram escolher o Coritiba mesmo tendo outras propostas como ele mesmo apontou:

- Pegaram no meu pé, sim, o que é normal. Joguei no rival, joguei em outros clubes também. Agora, eles vão me aplaudir, se Deus quiser. Vai ser uma honra vestir uma camisa de um clube tão grande. Espero honrar a camisa como sempre fiz nos clubes por onde passei.

- Tive propostas de outros clubes, mas minha esposa é de Curitiba, tinha vontade de voltar para cá. Vi que a torcida empurra muito, uma torcida linda, e vi que o elenco é muito forte. Se não fosse isso, não viria para cá. Vi que o elenco é muito forte também. Espero que a gente possa conquistar coisas boas - agregou.

Por parte de Caetano, suas principais pontuações foram voltadas a possibilidade de novamente trabalhar com o técnico do Coxa (já teve experiências na base do Corinthians e do Botafogo) além da competição que deve existir dentro do plantel para a montagem do miolo de zaga:

- Já trabalhei com o Barroca em dois clubes e fico feliz de estar aqui de novo trabalhando com ele. Acho que o meu estilo de jogo bate com o dele também e fico feliz de estar com o Rhodolfo, campeão do Brasileiro, da Libertadores. Acho que vou adquirir muita experiência com ele como os outros que já estavam aqui antes.

- A idade não importa. Eu vou batalhar pelo meu espaço como todos que chegaram agora, mas com respeito, é claro. Uma batalha sadia. Espero ajudar o Coritiba o máximo que eu puder - avaliou Caetano.

Futebol