PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Antes de viajar para o Mundial, Liverpool pega o Watford no Inglês

13/12/2019 16h06

Neste sábado, às 9h30 (de Brasília), o Liverpool terá seu último desafio antes da semifinal do Mundial de Clubes da Fifa. Em casa, os Reds recebem o Watford, lanterna da Premier League, para manter a invencibilidade e tentar abrir ainda mais frente na liderança da competição, em jogo válido pela 17ª rodada.

DE CONTRATO RENOVADO

Antes da bola rolar neste sábado, o Liverpool e sua torcida tiveram uma grande notícia: Jürgen Klopp renovou seu contrato com o clube até 2024. O treinador dos Reds comemorou o novo vínculo com o clube.

- Para mim, pessoalmente, essa é uma declaração de amor, baseada no meu conhecimento sobre o que nós, como parceria, alcançamos até agora e o que ainda existe para que possamos alcançar. Quando vejo o desenvolvimento do clube e o trabalho colaborativo que continua ocorrendo, sinto que minha contribuição só pode crescer. Quando cheguei no outono de 2015, senti que éramos perfeitos um para o outro. Somente com a total crença de que a colaboração permanece totalmente complementar de ambos os lados é que sou capaz de assumir esse compromisso até 2024 - disse Klopp.

O treinador dos Reds também falou sobre os desfalques que vai ter para a partida deste sábado, antes da viagem para Doha, no Qatar, para disputa do Mundial de Clubes.

- Dejan está fora. Lesão muscular, e é mais sério do que da última vez. Não temos uma estimativa de tempo, estamos com problemas. Dois zagueiros em forma é uma preocupação, não é a primeira vez que estamos em uma situação assim. No ano passado, Fabinho jogou uma partida na zaga. Infelizmente, ele também está fora, não está muito legal - finalizou.

CHANCE DE RESPIRAR

O Watford é o lanterna da Premier League até o momento, com apenas nove pontos conquistados. A equipe, que já teve dois técnicos nesta temporada, tenta a sorte com o terceiro, Nigel Pearson, que será o responsável por tentar tirar os Hornets desta situação incômoda. O capitão do time, Troy Deeney, falou sobre o momento da equipe.

- Sempre estivemos unidos, mas ele [Pearson] acaba de nos dar ânimo e nos dar uma nova mentalidade. É fácil falar e dizer que não ganhamos jogos suficientes, ou pontuamos, ou o que quer que seja. Mas você tem que ser brutalmente honesto em termos de tudo o que não fizemos o suficiente. Você não pode resumir uma coisa e dizer que não marcamos gols suficientes. Todo mundo sabe que não marcamos gols suficientes. Existem inúmeras coisas que poderíamos dizer, mas não podemos identificar uma - destacou o atacante.

Futebol