PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Grêmio faturava título mundial no Japão com show de Renato há 36 anos

11/12/2019 16h54

A lembrança mais doce para o torcedor gremista está fazendo aniversário nessa quarta-feira (11).

Isso porque, há 36 anos atrás, o Tricolor conseguia a maior glória de sua história indo até o Japão e voltando na bagagem com o título do Mundial Interclubes (então Copa Intercontinental) batendo o Hamburgo em jogo único por 2 a 1.

Depois de conquistar pela primeira vez a Libertadores no mesmo ano, a equipe treinada por Valdir Espinosa chegou ao outro lado do mundo para enfrentar o clube alemão que vinha de conquistar sua única Champions League do currículo tendo vencido a Juventus na decisão.

No tempo normal, os gols saíram já nos minutos finais tanto do primeiro como do segundo tempo em partida onde o hoje técnico Renato Portaluppi (na época apenas Renato) deu um verdadeiro show de habilidade e poder de decisão. Depois de linda jogada individual cortando duas vezes o seu marcador, o camisa 7 bateu forte, rasteiro, superando o arqueiro Uli Stein aos 38 minutos.

Aos 40 da etapa complementar, os germânicos chegaram a igualdade em bola cruzada na grande área que foi ajeitada para o meio e finalizada com estilo de perna esquerda por Michael Schroder. Porém, o melhor estava por vir na prorrogação.

Com apenas três minutos, de novo brilhou a estrela de Renato onde, após levantamento desviado pela zaga do Hamburgo, o atacante estava livre para dominar e bater cruzado com força para novamente superar Stein e sacramentar o título do Imortal.

Futebol