PUBLICIDADE
Topo

Futebol


ADF Portland conclui intercâmbio no Brasil e diretor celebra parcerias

11/12/2019 18h06

O ADF Portland, clube de Oregon, Estados Unidos, teve saldo positivo no intercâmbio que promoveu com seus atletas no Brasil. Recentemente as equipes sub-13 e sub-14 fizeram uma maratona de jogos contra equipes fluminenses, inclusive contra os quatro principais do Rio de Janeiro e ainda promoveram ações sociais em dois projetos de futebol no interior do Estado. Sendo os jogadores todos norte-americanos, a proposta foi observar o nível deles em relação aos talentos brasileiros.

Joaquim Capuia, diretor do ADF Portland, escalou Wesley Souza, com passagens por Vasco e Fluminense, para comandar essa missão por aqui. Além disso, Wesley também terá a tarefa de ser o técnico do sub-20 do clube, coordenador metodológico e conduzi-los à condição de clube formador.

- Vivenciando o nível de futebol do Brasil, esperamos que os jogadores retornem aos EUA com mais fome de bola. Além disso é uma forma de apresentar aos jovens que a realidade do futebol condiz também em ter que vivenciar uma cultura diferente, assim como idioma e alimentação. Outro ponto que queríamos mostrar é que os atletas no Brasil vivem em outra realidade, mais independentes, até por conta da condição social - explica Joaquim Capuia.

Acompanhados da família e com todo o conforto necessário durante a estadia, os atletas estadunidenses vivenciaram um ciclo de treinamento, cujo método aplicado por Wesley Souza, propôs nivelar o trabalho técnico-tático do ADF Portland com as características do futebol brasileiro.

- O técnico Wesley Souza nos apresentou materiais de treinamento e videoaulas de como organizar taticamente nosso clube no Brasil. Treinamos dois meses a formação tática estabelecida por ele e como construir um jogo sem descartar a bola, o vulgo dar chutões, valorizar a posse de bola e bastante trabalhos de triangulações. Isso tudo para aproximar nosso grupo às características dos jogadores brasileiros - diz o diretor do Portland.

Ainda no Rio de Janeiro, o ADF Portland conseguiu uma significativa parceria com o Macaé Esporte. O Alvianil Praiano cedeu o estádio Cláudio Moacyr de Azevedo para as equipes sub-13 e sub-14 mandar seus duelos e ao final da maratona de jogos, promoveu um amistoso entre os amigos de Joaquim Capuia e ex-jogadores do Macaé.

- O mais importante desta viagem foi alimentar o sonho dos nossos atletas. Muitos almejam em jogar contra as equipes profissionais e é muito difícil ter está oportunidade que tivemos. Fica nosso sentimento de gratidão a todos que puderam proporcionar essa experiência ao ADF Portland e também ao vice-presidente do Macaé, Geraldo Thales Camilo, por nos ceder o estádio e ser nosso parceiro - conclui Capuia.

Futebol