PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Zada comemora evolução do Volta Redonda e ressalta experiência com Seleção Brasileira Sub-20

10/12/2019 19h03

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou o ranking nacional de clubes 2020 e pelo quinto ano consecutivo o Volta Redonda sobe degraus que o deixam na 56ª posição, confirmando o posto de quinta força do futebol do Rio de Janeiro, atrás apenas das quatro equipes de maior investimento.

O sucesso do Tricolor de Aço tem a contribuição de Zada, gerente geral do clube, que com aval do presidente Flávio Horta e do vice-presidente Flávio Horta Júnior, reformulou as categorias de base e o planejamento do Futebol Profissional. O desempenho no Voltaço, rendeu a Zada uma convocação para integrar a comissão técnica da Seleção Brasileira Sub-20, no torneio triangular de preparação para o Sul-Americano, realizado recentemente na Granja Comary.

Nos últimos cinco anos, desde que chegou ao Volta Redonda Zada foi campeão invicto do Campeonato Brasileiro Série D e está indo para o quarto ano na Série C. Já está garantido na Copa do Brasil 2020 e a base tem vaga confirmada na Copinha, que segundo Zada, terá uma estrutura tão qualificada quanto o time profissional.

- Acredito que tivemos um ano bom, pois quando assumimos o Volta Redonda estávamos na 119ª posição e hoje ganhamos 63 posições. No Carioca ficamos na quinta posição e por pouco não beliscamos uma vaga para a semifinal, assim como na Série C que quase chegamos no mata-mata para o acesso. Visto isso, para o ano que vem montaremos uma equipe ainda mais competitiva e, da equipe da última Copinha que terminou entre as oito melhores do país, nossa previsão é de que oito a 12 atletas formados na base, façam parte do esquadrão principal - declara Zada, que ainda explica:

- Para repetir ou melhorar o feito na Copa São Paulo, montamos uma estrutura muito próxima da equipe profissional dando total assistência e cuidado com a preparação para também desenvolvê-los a fim de que possam também integrar o time que jogará a Série C.

A base do Volta Redonda é conhecida por revelar talentos que, inclusive servem à Seleção Brasileira Sub-20, como Lucão, goleiro do Vasco, o zagueiro Igor Gomes, hoje no Barcelona, e o meia Caio Rosa, do Cruzeiro. Na Granja Comary, Zada os reencontrou e pôde ver de perto a evolução deles com as vitórias do Brasil sobre o Peru por 2 a 1 e sobre a Colômbia por 1 a 0. Para o dirigente, fica o sentimento de gratidão pela experiência.

- Toda a comissão técnica foi muito receptiva e aproveitei ao máximo. Foram 10 dias de muito aprendizado, sem dúvida retornei ao meu clube com uma bagagem imensurável. O balanço final de 100% no aproveitamento foi muito satisfatório e reencontrar atletas que foram formados no Volta Redonda também foi um grande privilégio.

- No momento em que entramos no campo e toca o hino nacional, passa um filme na cabeça, o que torna aquele momento único e emocionante. Vou continuar firme fazendo o trabalho no Volta Redonda, que me projetou, pois também sou imensamente grato a eles e quem sabe ter uma nova oportunidade de representar a nossa Seleção - finalizou.

Futebol