PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Luan 'previu' interesse do Palmeiras e espera que Santos mantenha Sampaoli

10/12/2019 06h45

Luan Peres é zagueiro do Santos, mas quis brincar de vidente há quase 10 dias quando o Palmeiras demitiu o técnico Mano Menezes. Minutos depois de ler a notícia no último dia 1º, o camisa 14 do Peixe desconfiava que o Verdão manifestaria interesse para ter Jorge Sampaoli no comando de 2020. E ele acertou.

O Palmeiras monitora a situação de Sampaoli, que se reuniu com o presidente do Santos, José Carlos Peres, para propor ideias ao planejamento de 2020. Porém, as ideias do treinador argentino ainda estão longe da realidade do clube.

Além disso, o defensor do Santos acreditava que o Palmeiras também conversaria com Paulo Autuori para ser o novo gerente do clube. Vale lembrar que o profissional pediu demissão do Peixe em novembro.

- Estava vendo o jogo do Palmeiras contra o Flamengo, fiquei sabendo que o Mano e o Mattos haviam caído. Eu até pensei: 'agora que foi mandado, com certeza vão pensar no Autuori e no Sampaoli'. Na hora pensei, sem saber de nada. Hoje, com a força que eles têm, com o recurso financeiro, imaginei que eles teriam interesse. Espero que não saia pelo ótimo trabalho que tem aqui, mas se sair será muito difícil. Se fosse embora em janeiro, pediria reforços e seria complicado enfrentar o Palmeiras como é difícil enfrentar o Santos - falou Luan, em exclusividade ao LANCE!

A permanência ou não de Sampaoli não é assunto entre os jogadores, segundo Luan, que também percebe pelas coletivas um conflito entre o argentino e o presidente José Carlos Peres.

Luan ressaltou que o mercado tem bons técnicos brasileiros, mas não quis pensar na saída de Sampaoli.

- Não comentamos internamente, ele é o nosso treinador. Não sabemos se vai ficar ou não. A gente vê as coletivas, a gente vê um pouco de conflito com o presidente. Tem grandes nomes no mercado também, tem bons nomes brasileiros. Não sei quem que seria o substituto. Não quero pensar que ele saia - comentou o camisa 14 do Peixe.

O que Sampaoli ouviu na última segunda-feira é muito distante entre o projeto esportivo e o poder financeiro. Sabendo disso, o presidente José Carlos Peres levará ao Comitê de Gestão a situação, mas já deixou claro que a pedida é financeiramente complicada.

Enquanto isso, o 'vidente' Luan entra de férias após realizar seu primeiro semestre no Santos. Com contrato de empréstimo até o fim de dezembro de 2020, o camisa 14 já disputou nove partidas.

Futebol