PUBLICIDADE
Topo

Com hat-trick de Messi e 'Puskás' de Suárez, Barça atropela o Mallorca

07/12/2019 19h25

Em duelo entre Barcelona, líder do Campeonato Espanhol, contra o Mallorca, recém-promovido e 17º colocado, uma goleada não seria surpresa no Camp Nou. Mas a equipe catalã conseguiu fazer da melhor forma. Com um belo gol de Griezmann, um hat-trick que Messi faz parecer normal e uma pintura de Suárez, digna de Púskas, o time azul-grená venceu por 5 a 2, neste sábado, pela 16ª rodada de La Liga.

Antes do jogo, Lionel Messi apresentou aos 'súditos' sua sexta Bola de Ouro, conquistada na última segunda-feira, em Paris.

ABRINDO OS TRABALHOS

O Barça resolveu no primeiro tempo. Aos sete minutos, Ter Stegen cobrou tiro de meta rápido e lançou Griezmann. Sozinho, o francês avançou até a área e deu um toque sutil por cima do goleiro Manuel Reina para fazer 1 a 0.

SE TEM BARÇA...

Tem gol dele! Aos 17, Messi recebeu de Griezmann na meia-lua e, de perna esquerda, chapou no ângulo. Golaço com a marca registrada do craque, que parecia ser um replay de outras centenas de gols dele com a camisa do Barça. Mas não seria só isso. Aos 36', Buidimir recebeu pelo meio, bateu com desvio de Lenglet e descontou. O susto mexeu com a fera, que após erro na saída de bola do Mallorca, recebeu na entrada da área e, pela enésima vez na carreira e a segunda no jogo, colocou no canto esquerdo do goleiro para fazer mais um.

ALÔ PUSKAS!

?Antes do intervalo, ainda havia tempo para arte no Camp Nou. Aos 43, De Jong conduziu pelo meio e deu passe açucarado para Suárez na área. O centroavante acertou um calcanhar estupendo, forte, no alto, para fazer um golaço que vai rodar o mundo.

Pobre Mallorca...

Aos 19, Buidimir, o destaque positivo do Mallorca, recebeu cruzamento de Gámezz e, de cabeça, marcou o segundo. No entanto, o time das Ilhas Baleares se tornaria mais uma vítima dos hat-tricks de Messi. Após período morno, em que o time azul-grená apenas controlou a partida, 'La Pulga' atacou novamente. Aos 38 da etapa final, o camisa 10 recebeu de Sergi Roberto, ajeitou para a perna esquerda e colocou, mais uma vez, na coruja da meta adversária.

Futebol