PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Há dez anos, Coritiba amargava queda para a Série B

06/12/2019 11h17

O dia 6 de dezembro de 2009 traz uma lembrança amarga para o torcedor do Coritiba e, de maneira geral, para o futebol brasileiro.

Isso porque foi nessa data que o time da capital paranaense empatou em 1 a 1 para o Fluminense na última rodada do Brasileirão e, além de ser rebaixado a Série B, viu cenas de absoluta selvageria ocorrerem no estádio Couto Pereira.

Chegando a última rodada dentro da zona de rebaixamento e enfrentando um adversário direto na briga para fugir da degola, o clima criado no Alto da Glória foi de absoluta decisão com a venda de todos os ingressos. Logo, apoio do torcedor Coxa Branca certamente não faltaria para a equipe que tinha como técnico Ney Franco.

Apesar dos elementos todos em tese favorecerem o Coritiba, Marquinho, aos 27 minutos, abriu a contagem para os cariocas em cobrança de falta ensaiada deixou o cenário bastante complicado ao Alviverde.

Por sorte, o zagueiro Pereira levou a partida para o intervalo de maneira igualada marcando aos 35 em cabeçada firme e deixando a definição na etapa complementar com contornos aparentemente menos dramáticos. Ledo engano.

Além da pressão nas arquibancadas, os jogadores do Coxa bem que tentaram aumentar o ritmo, mas a fase ruim pesou e o resultado de igualdade acabou decretando o rebaixamento da equipe. Além disso, também foi o estopim para cenas absolutamente lamentáveis nas arquibancadas e também dentro do gramado.

Com a invasão de vários torcedores e o tumulto quase que generalizado, a força policial presente entrou em conflito onde imagens fortes foram registradas.

Futebol