PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Volpi é cauteloso sobre permanência no São Paulo e espera final feliz

Tiago Volpi - Marcello Zambrana/AGIF
Tiago Volpi Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

05/12/2019 08h00

O principal objetivo do São Paulo neste final de temporada foi atingido: a vaga direta na fase de grupos da Libertadores de 2020, mas ainda há um assunto a ser resolvido neste ano: a permanência de Tiago Volpi para a próxima temporada. Apesar de os clubes envolvidos enxergarem uma situação quase certa, o goleiro preferiu adotar um discurso cauteloso e reforçou sua vontade.

Em entrevista coletiva após a vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, na última quarta-feira, no Morumbi, Volpi foi questionado a respeito de sua situação, já que seu contrato de empréstimo com o Tricolor termina neste mês. O arqueiro, no entanto, diz não saber o real estágio da negociação.

"Nesse momento é uma resposta que só papai do céu lá de cima sabe, nesse momento só ele sabe, acho que tem algumas coisas para serem encaminhadas, o clube já sabe o meu desejo, os torcedores já sabem também, então eu espero que até o final do ano isso possa ter um desfecho feliz", avaliou.

Volpi tem seu valor fixado em cinco milhões de dólares (R$ 21 milhões) junto ao Querétaro-MEX, cujo presidente já declarou que vê o negócio encaminhado e que a venda do goleiro ao São Paulo é iminente. O clube paulista, por sua vez, já sabe que vai adquirir os direitos econômicos do dono da meta tricolor, mas as conversas foram deixadas para serem feitas perto do prazo, já que os valores não mudam e os termos com o atleta estão encaminhados há tempos.

Para Tiago Volpi, a classificação direta para a fase de grupos da Copa Libertadores pode ajudar na negociação de permanência, porém ele alerta para os detalhes das tratativas que ainda precisam ser resolvidos, adotando discurso cauteloso para não criar expectativas que não se concretizarão.

"Depende do ponto de vista, acho que tudo é uma questão de ponto de vista, acho que com que essa classificação para a fase de grupos direto, essa possibilidade aumenta muito, mas como eu disse não é uma certeza ainda, a gente tem tido algumas conversas, tem o interesse de ambas as partes, mas a gente sabe que existem coisas que, por mais que se queira, precisam ser resolvidas e a gente está nessa expectativa agora", analisou.

Independentemente do que acontecer em relação à sua permanência ou não no São Paulo, Volpi aguarda o desfecho da negociação neste fim de temporada com a sensação de dever cumprido e celebrou ter conquistado o carinho de toda a coletividade são-paulina durante o ano de 2019. Além disso, ele citou a importância de ter ocupado a posição do maior ídolo do clube.

"Sentimento de orgulho, de dever cumprido, hoje chegar no São Paulo, ser goleiro do São Paulo, acho que vai muito mais do que parte técnica, do que parte física. Acho que tem a ver muito com o mental também, de poder suportar essa pressão de jogar no lugar em que o maior ídolo da história jogou por mais de 20 anos, fico muito contente por ter conquistado neste ano esse carinho da torcida, respeito, não somente da torcida, mas também de vocês (imprensa), de todas as pessoas de dentro do clube, e saio com esse sentimento muito legal, muito bacana, de muito aprendizado, e como falei: naquela expectativa do que vai acontecer no próximo ano agora", concluiu.

São Paulo