PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Dudu está otimista com o Palmeiras para 2020: 'Teremos um time forte'

05/12/2019 22h41

Autor de dois gols e de uma assistência para Gabriel Veron, que também o serviu, em ótima dupla, Dudu foi um dos destaques da goleada do Palmeiras sobre o Goiás, por 5 a 1, nesta quinta-feira, no Brinco de Ouro da Princesa, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar da despedida do torcedor em grande estilo, pois o Verdão encerrará 2019 visitando o Cruzeiro no Mineirão no domingo, às 16 horas, o atacante lamentou o fato de o time encerrar a temporada sem erguer uma taça sequer.

Confira e simule a tabela do Brasileirão

- A gente sabe que o ano não foi como o torcedor queria, como nós queríamos. Está chegando o final do ano e não conquistamos nenhum título. Esse ano não tivemos esse êxito. Esperamos que ano que vem possamos montar um time forte, que cheguem jogadores que nos ajudem a conquistar esse objetivo. No ano que vem, teremos um time forte - disse o camisa 7.

Dudu também reclamou das trocas constantes de treinador. O Palmeiras, por exemplo, teve Felipão e Mano Menezes como técnicos nesta temporada. Agora, segue com Andrey Lopes como interino até arrumar outro para 2020.

- Sabemos que no Brasil infelizmente é assim. Quando as coisas não vão bem, cai tudo no treinador. Nós temos que assumir a responsabilidade também. Não é só culpa do treinador, do Mattos (Alexandre, diretor de futebol que foi demitido junto com Mano no último domingo), muito menos do presidente, tenho certeza que fizeram de tudo para ajudar o Palmeiras a conquistar títulos. A culpa é mais dos jogadores. Temos que ver o que erramos esse ano para não errar ano que vem - disse o atacante.

Além de desejar sorte ao zagueiro Edu Dracena, que se aposentou após a partida desta noite, Dudu ainda comentou sobre o risco de rebaixamento do Cruzeiro, próximo adversário. A Raposa, que perdeu por 2 a 0 para o Grêmio nesta quinta, poderá cair para a Série B até mesmo se vencer o Verdão, isso caso o Ceará empate ou vença a partida contra o Botafogo, no Engenhão, em horário simultâneo.

- Acho que vou pegar um pouco da fala do Renato Gaúcho (técnico do Grêmio). Não seremos nós que vamos rebaixar o Cruzeiro. Vamos lá para fazer o nosso melhor. Se tivermos que ganhar, vamos ganhar, se tivermos que empatar, vamos empatar. Não seremos nós, não era o Grêmio que iria rebaixar o Cruzeiro hoje. Eles não fizeram um bom campeonato. Vamos lá fazer um grande jogo - afirmou o camisa 7 do Verdão.

Futebol