Topo

Futebol


Palmeiras diz repudiar intolerância e investigará torcedores que coagiram dupla sem uniforme no Allianz

03/12/2019 12h54

Dois torcedores do Palmeiras foram expulsos do Allianz Parque no domingo apenas por não estarem usando a camisa do time. Eles foram abordados de forma agressiva por outros dois palmeirenses durante a derrota para o Flamengo. O clube está analisando o caso e repudiou em nota oficial.

"Quando eu morava na Bahia torcia pelo Palmeiras, era meu clube de coração. (...) Pela primeira vez fui assistir a um jogo no Allianz Parque com meu amigo. Só porque não estávamos com a camisa do Palmeiras fomos retirados do estádio. Só não fomos agredidos por causa da PM. (...) Não sou torcedor fanático, gosto do bom futebol, vou na arena, vou em qualquer estádio. Gosto de futebol, minha vida sempre foi futebol. Os caras que fizeram isso são covardes, não representam o Palmeiras de verdade", postou Diego de Jesus Lima, uma das vítimas.

Diego foi jogador profissional e hoje lidera o projeto "Cambalhota do Bem", que usa o futebol para ajudar pessoas que necessitam de alimentos, remédios e outros produtos médicos. Ele ainda atua em partidas de várzea e trabalha nas categorias de base do Botafogo de Guianazes.

O clube está analisando as imagens do caso, e se for comprovado que aqueles que coagiram são membros Avanti, serão expulsos do quadro de sócios-torcedores. Veja a nota completa abaixo.

Veja a nota oficial do Palmeiras abaixo:

"Estádio de futebol é, essencialmente, um espaço democrático, um lugar onde todos deveriam ser bem-vindos independentemente da camisa que vestem ou da forma como torcem e se expressam. A Sociedade Esportiva Palmeiras não compactua e não aceita quaisquer atos de intimidação, intolerância e discriminação em nossa casa. Os episódios do último domingo (02), em que espectadores foram coagidos a deixar o Allianz Parque por não seguirem um padrão de comportamento imposto de maneira autoritária, não refletem a história agregadora da nossa instituição.

Assim que tomamos conhecimento dos fatos, abrimos investigação para identificar os autores desses lamentáveis casos de violência que em nada contribuem para o bom convívio em sociedade. Se os responsáveis constarem do quadro de sócios Avanti do Palmeiras, serão sumariamente excluídos do programa. O respeito ao próximo é o mínimo que se espera em qualquer ambiente, ainda mais em uma praça esportiva".

Futebol