Topo

Futebol


Love analisa mudanças no time após troca de comando no Corinthians

22/11/2019 12h47

Com a ausência de Boselli, por conta de uma contratura na coxa direita, Vagner Love será o titular do ataque do Corinthians, neste domingo, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. Antes de entrar em campo pela 34ª rodada do Brasileirão, ele concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava. Entre outros assuntos, o camisa 9 analisou a troca de comando na equipe.

TABELA

> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Com a chegada de Dyego Coelho após a saída de Fábio Carille, a equipe teve uma transformação na maneira de jogar, mesmo com o bom entendimento com a gestão atual, ainda assim há resquícios do trabalho anterior, que podem ser vistos em algumas situações das partidas. Para Vagner Love, isso será resolvido ao longo dos treinamentos e das novas orientações.

- Estamos tendo um entendimento bom do que o Coelho tem pedido. Em determinados momentos do jogo fazemos algo que era treinado com Carille. Cada um tem uma maneira de treinar. Vamos treinar bem para que a gente produza o que o treinador quer - avaliou o atacante antes de exemplificar quando esse tipo de situação aconteceu em campo:

- Jogo do Inter, fizemos uma coisa que não tínhamos treinado. Jogamos atrás, recuamos e deixamos a equipe do Inter ficar no nosso campo no primeiro tempo, apostando nos contra-ataques. É normal, até automático, porque ficamos dez meses com o Carille. Mas não é mais assim. Coelho está treinando e estamos mudando. Tanto que nesse mesmo jogo já mudamos nossa postura no segundo tempo - completou.

Diante do Botafogo, neste domingo, Love volta ao time titular e em uma posição que é de seu agrado, com menos desgaste. Apesar de ter colaborado em outros momentos em posições diferentes, com mais dedicação à marcação, o camisa 9 não escondeu que se sente mais à vontade na formação atual.

- Eu sempre deixei muito claro para comissão técnica antiga e nas entrevistas que iria entrar em campo para ajudar. Se tivesse que marcar ou não. Desgaste é normal. Nunca me preparei para jogar numa posição que não a de centroavante, então é normal desgastar. Hoje com o Coelho fico mais próximo da área. Mais na minha posição. Atacante corre mais para frente para marcar. Isso nos facilita roubar a bola e ter força par finalizar melhor - afirmou.

Mesmo com a admiração do grupo, Coelho será o técnico do Corinthians apenas até o término do Brasileirão, uma vez que o clube já tem treinador contratado para a próxima temporada. Trata-se de Tiago Nunes, que chegará com expectativa alta, após trabalho vitorioso no Athletico-PR. Vagner Love projetou o que espera do comandante a partir de 2020.

?

- ?Pelo que ele fez no Athletico-PR, sabemos que é um grande treinador. Montou e fez o time jogar. Não adiantaria ser bom e não ganhar. A úncia coisa que desejamos é que ele possa fazer um grande trabalho com ele - analisou.

Com Love no time titular, o Corinthians volta a campo neste domingo, às 18h, para enfrentar o Botafogo, no Nilton Santos, pela 34ª rodada do Brasileirão-2019. Atualmente, o Timão ocupa a oitava posição na tabela, com 50 pontos, mesma pontuação do Internacional, que tem duas vitórias a mais e está na sétima colocação, dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores.

Futebol