Topo

Futebol


Chegando a 100 partidas pela Chapecoense, Bruno Pacheco fala em 'gratidão'

22/11/2019 11h30

Após completar 100 jogos pela Chapecoense, o lateral-esquerdo Bruno Pacheco comemorou a marca pelo clube e enalteceu o trabalho feito na equipe. Antes da vitória sobre o Ceará, por 1 a 0, na última rodada do Campeonato Brasileiro, o jogador recebeu uma camisa comemorativa com a marca expressiva estampando o lugar do número 6 que normalmente o atleta veste.

Depois de mais uma boa atuação, Bruno falou do orgulho alcançado e da identificação com o clube catarinense. Foi a primeira vez na carreira do lateral que ele atingiu essa marca por um clube.

- Quando apareceu a oportunidade de vir pra cá, não pensei duas vezes. Eu queria vir, queria poder estar participando do projeto e trabalhando aqui. Sentir o calor do torcedor, sentir o que todo mundo falava bem. E nada disso foi diferente. Fui recebido super bem, tanto pela torcida, quando pelos funcionários do clube, pela diretoria. Enfim, pela cidade toda. Esses 100 jogos são uma forma de gratidão. Quando a gente é bem recebido num lugar, isso reflete dentro de campo. Isso é o mínimo que eu poderia fazer. Estar honrando funcionários, torcida, cidade - declarou Bruno Pacheco, que completou:

- É uma marca muito difícil de ser alcançada. Nesse Brasileiro, fiquei fora por dois jogos, e foi por suspensão, não por lesão. Eu gosto de estar dentro de campo e podendo ajudar. Quando eu fico fora, não gosto de assistir aos jogos. É claro que a gente assiste, mas se acontece um resultado adverso, fico bravo por não pode estar dentro de campo ajudando os meus companheiros. Tenho mais dois anos de contrato pela frente e espero que as coisas deem certo. A melhor coisa que tem é você criar raiz no clube.

Bruno Pacheco chegou à Chapecoense no início da temporada 2018 em regime de empréstimo com opção de compra do clube alviverde. Posteriormente, o atleta firmou o vínculo com a Chape, assinando contrato até o final de 2021. No Brasileiro deste ano, o lateral fez 31 jogos e anotou cinco assistências.

No próximo domingo (24), a Chape vai até a Ressacada para encarar o clássico contra o Avaí, matematicamente já rebaixado a Série B em 2020.

Futebol