Topo

Libertadores - 2019


Libertadores: Presidente da Conmebol cita fator decisivo para final em Lima

Presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez - Pedro Ivo Almeida/UOL Esporte
Presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez Imagem: Pedro Ivo Almeida/UOL Esporte

22/11/2019 05h30

Dias antes da primeira decisão da Libertadores disputada em partida única, Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, recebeu a reportagem do LANCE! em Lima, que será sede do embate entre Flamengo e River Plate, neste sábado, pelo título de campeão da América. O dirigente falou sobre a necessidade de mudança de local a 18 dias da final, além de citar o motivo determinante para o jogo sair de Santiago, no Chile, para a capital peruana.

"Foi um fator muito importante (a capacidade do Estádio Monumental de Lima, o maior da América do Sul), porém um fator muito mais importante do que isso foi a decisão política do governo apoiar", explicou Alejandro Domínguez ao L!.

A mudança a poucas semanas da decisão - a qual já estava definida que seria entre Flamengo e River Plate - causou uma série de problemas, em especial para os torcedores que já haviam reservado hotéis e comprados passagens aéreas. Questionado se houve demora na decisão de mudar a sede da final, o presidente da Conmebol admite que esse não foi o cenário ideal, mas foi ocasionado por um motivo de força maior (a série de protestos em Santiago).

"Pedimos desculpas a todos por esta questão, mas foi por um motivo de força maior. Nós sempre temos a esperança de que a situação fosse se normalizar. Tivemos uma reunião prévia com os quatro semifinalistas, onde passamos as informações sobre a final única. Com o conhecimento do que está se vivendo no momento, creio que a mudança para Lima foi a decisão mais responsável."

O presidente Alejandro Domínguez ainda revelou que a cidade Lima estava cotada para receber a decisão da Copa Sul-Americana, que acabou sendo no Estádio General Pablo Rojas, em Assunção, no Paraguai - sua cidade natal.

"Na realidade, Lima ganharia (como sede) da final Sul-Americana, mas com a mudança na presidência da federação, não tínhamos interlocutor para levar adiante tudo o que se necessita para uma final desta envergadura. As condições não eram mais possíveis no Chile, então o que fizemos, diante de várias cidades que se ofereceram para receber esta primeira final única, chegamos à conclusão com os clubes que o local mais adequado seria Lima."

Presidente da Conmebol desde 2016, Alejandro Domínguez fez um balanço de sua gestão até agora, a evolução do futebol sul-americano e as perspectivas da instituição para o esperto nos próximos anos durante a conversa com o L!.

Além disso, Alejandro citou propostas que pretende levar à Fifa sobre o uso do VAR e participação dos clubes da América do Sul no Mundial. A entrevista completa com o presidente vai ao ar na próxima semana no site do LANCE!.

Ouça o podcast Posse de Bola, a mesa redonda do UOL sobre futebol, com Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas