Topo

Torcida promete o maior "AeroFla" da história: "Queremos viver o sonho"

Pedro Ivo Almeida/UOL
Imagem: Pedro Ivo Almeida/UOL

19/11/2019 13h31

A promessa é ousada: o maior "AeroFla" da história é esperado nesta quarta-feira. Os organizadores da mobilização têm utilizado as redes sociais para conduzir a delegação do Flamengo nos braços no trajeto final do ônibus ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, por volta das 14h - ou seja, minutos antes do embarque dos jogadores e comissão técnica a Lima, no Peru.

O Flamengo ainda treinará nesta quarta, pela manhã, antes de fechar as malas no próprio Ninho do Urubu para seguir viagem rumo à final da Libertadores

Torcedores que não puderem ir ao Galeão são esperados na porta do CT. O LANCE! conversou com Pedro Lucas, de 21 anos, que é quem agitou um perfil no Twitter com a finalidade de convocar a Nação.

"A mobilização é gigantesca e faz jus ao nome do evento: 'O maior AeroFla da história'. Estamos com três grupos lotados no WhatsApp, que totalizam quase 800 pessoas. A expectativa é gigantesca. Estamos na semana de nossas vidas, a maioria absoluta não viveu o título (da Libertadores) de 1981, então o que mais queremos é viver o sonho", falou o jovem, que completou:

"O AeroFla é o início disso tudo, é o último abraço ao time, é o 'até logo' com gostinho 'De seu povo pede o mundo de novo'".

Programação

A programação também foi esmiuçada por Pedro, detalhando a respeito das concentrações. Serão em dois locais: uma no BRT do Mercadão de Madureira e outra no BRT do Fundão.

O AeroFla será nesta quarta, no feriado (Dia da Consciência Negra). Estamos com duas concentrações: uma no BRT do Mercadão de Madureira e outra no BRT do Fundão. A expectativa é que a concentração em Madureira comece por volta das 10h, com deslocamento de BRT rumo ao BRT-Fundão e, de lá, em caminhada ao Galeão. Previsão de saída do BRT-Fundão ao Galeão é às 12h.

Também há mobilização para encontro na porta do Ninho do Urubu a partir das 11h. O objetivo é sair em carreata atrás do ônibus do clube. Pedimos para que os torcedores saiam de casa cedo. É feriado e pode haver menor disponibilidade do transporte. A previsão de chegada da torcida no Galeão é por volta das 13h. Pedimos que os torcedores levem sinalizadores e fumaça para que possamos fazer um corredor para o ônibus.

Por fim, motivado a ecoar ainda mais o pedido do "mundo de novo", Pedro arriscou um palpite para a final da Libertadores, a ocorrer neste sábado, às 17h (de Brasília), diante do River Plate, no Estádio Monumental, na capital peruana.

"É Flamengo campeão, 2 a 1. O gol do título vai ser marcado aos 40 minutos do segundo tempo, por Gabigol, com passe do Arrasca. Ah, e com direito à provocação aos argentinos, claro", finalizou.

Flamengo