Topo

Com campeão mundial sub-17 e Caio Henrique, Flu treina de olho no CSA

Caio Henrique volta ao Flu após período com a seleção olímpica - LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C.
Caio Henrique volta ao Flu após período com a seleção olímpica Imagem: LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C.

19/11/2019 17h04

O Fluminense tem um duelo decisivo na luta para escapar do rebaixamento, na próxima segunda-feira. O Tricolor viaja até Maceió para encarar o CSA, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, adversário direto no Z-4. De olho na partida, o time treinou na manhã desta terça-feira, com os portões fechados para a imprensa, no CT Carlos José Castilho.

Os titulares da equipe no empate com o Atlético-MG, no último sábado, no Maracanã voltaram a trabalhar com bola, nas atividades comandadas pelo técnico Marcão, ao contrário da última segunda, quando realizaram apenas atividades regenerativas na academia.

O treinador volta a ter Caio Henrique na lateral-esquerda. O jogador retornou ao Rio, nesta terça-feira, após servir a Seleção Brasileira Sub-23, em Tenerife, na Espanha. Orinho, outro nome para a posição, teve lesão confirmada na coxa esquerda e não tem prazo para retornar. Outros nomes no Departamento Médico, o zagueiro Matheus Ferraz e o lateral-esquerdo Mascarenhas iniciaram a transição para o campo.

A novidade foi a participação do goleiro Marcelo Pitaluga, campeão com a Seleção Brasileira sub-17, no último domingo, após vitória, por 2 a 1 sobre o México, em Gama (DF). O menino de Xerém ficou no banco na conquista.

Com a lesão que tirou o titular Muriel do restante da temporada de 2019, Pitaluga pode se tornar a terceira opção no gol tricolor, depois de Marcos Felipe e Agenor. O garoto de 16 anos é tratado como joia no clube e já foi promovido para o time sub-20.

Fluminense