PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Conheça o Granada, a equipe que desafia Barcelona e Real no Espanhol

Jogadores do Granada comemoram após gol contra o Barcelona pelo Campeonato Espanhol  - Fermin Rodriguez/NurPhoto/Getty Images
Jogadores do Granada comemoram após gol contra o Barcelona pelo Campeonato Espanhol Imagem: Fermin Rodriguez/NurPhoto/Getty Images

29/10/2019 14h17

Classificação e Jogos

Depois de 46 anos, o Granada voltou a liderar de forma isolada a primeira divisão do Campeonato Espanhol. Apesar de ter um jogo a mais que Real Madrid e Barcelona, o início do clube da Andaluzia é muito positivo, com um bom trabalho do treinador Diego Martínez, o mais jovem da competição, e a mistura de jogadores consagrados e novas apostas. Conheça mais da história da equipe, o retrospecto e os feitos alcançados.

Fundado em 1931, o clube conta com 11.200 sócios e um estádio, o Nuevo Los Cármenes, que tem capacidade para 18 mil pessoas. O maior feito da história do Granada foi chegar à final da Copa do Rei de 1959. Na ocasião, perdeu para o Barcelona por 4 a 1. A melhor classificação da equipe no Campeonato Espanhol foi a sexta posição em 1971/72 e 1973/74. Em 2016, o clube foi comprado pelo grupo chinês Desports.

O Granada é a equipe mais barata do Campeonato Espanhol. O elenco é avaliado em 33,5 milhões de euros (R$ 148 milhões). O Real Madrid e Barcelona, por exemplo, são avaliados em R$ 5 bilhões, enquanto o Atlético de Madri em R$ 4 bilhões. O jogador mais caro do Granada é o volante Gonalons, avaliado em 4 milhões de euros (R$ 17,5 milhões). Só com o valor de Messi (R$ 662 milhões), o Barcelona poderia comprar todo o elenco do Granada cinco vezes.

"Temos uma equipe humilde que trabalha e quer vencer todos os jogos. Sabemos que não vamos vencer todos, mas é para encarar todos em busca da vitória", disse o goleiro Rui Silva ao "TSF".

O Granada lidera o Campeonato Espanhol com 20 pontos. Ao todo, soma seis vitórias, duas derrotas e dois empates em dez partidas. Entre as principais partidas estão a vitória sobre o Barcelona, a sexta em toda história, por 2 a 0, na quinta rodada, e o empate em 4 a 4 com o Villarreal, na primeira rodada. As duas únicas derrotas foram para o Real Madrid (4 a 2) e Sevilla (1 a 0). O Granada também venceu outras equipes tradicionais, como o Betis (1 a 0), Espanyol (3 a 0) e Celta de Vigo (2 a 0).

"Creio que não podemos perder a perspectiva, quando uma equipe dá tudo, pode ganhar, empatar ou perder, mas, para uma equipe como a nossa, devo tirar o chapéu. Espero que a gente siga melhorando, mas estamos aproveitando esse caminho e a torcida também", disse o treinador Diego Martínez, em coletiva, após a vitória sobre o Betis.

Diego Martínez, de apenas 38 anos, é o treinador do Granada e o mais jovem de toda competição. O espanhol foi assistente de Unai Emery no Sevilla, em 2014, quando a equipe conquistou a Liga Europa, e dirigiu o Osasuna, seu primeiro clube como técnico, em 2017. Segundo o jornal espanhol "El País", Martínez "tem o estilo de Simeone no Atlético de Madri", pois sabe administrar a vantagem "como poucos" a partir de uma "excelente capacidade defensiva".

"Suas equipes se destacam pela força defensiva, pela ordem e proteção de espaços. Geralmente se movem em bloco e valorizam o coletivo em detrimento do individual", analisou Oscar Cano, seu ex-treinador.

O Granada tem o terceiro melhor ataque do Espanhol (17 gols) e também se destaca pela solidez defensiva. O artilheiro na temporada é Antonio Puertas, de 27 anos, com três gols. O líder de assistências, com três passes para gol, é o veterano atacante Roberto Soldado, que teve passagens por Real Madrid e Tottenham. Gonalons, ex-Lyon, Roma e Sevilla, e o colombiano Darwin Machís são outros destaques.

"Somos o Granada, uma equipe que acabou de subir para a primeira divisão e que tem que trabalhar muito em cada partida, com muitos trajes diferentes para aspirar uma vitória", disse o técnico Martínez.

Granada fica na região da Andaluzia, na Espanha. No século VIII foi ocupada por árabes e alguns vestígios dessa cultura ainda permanecem na cidade, seja na arquitetura, com alguns palácios, como na gastronomia. Um dos pontos turísticos é a cidadela real de Alhambra, considerada Patrimônio Mundial da UNESCO. Outros povos já controlaram a Andaluzia, como os gregos, os romanos e os judeus, o que faz com a região seja uma miscelânea de culturas e influências.

Esporte