Topo

Futebol


Wellington Nem vê duelo contra a Chape como uma final: 'É dar a vida'

22/10/2019 15h42

Titular na derrota do Fluminense no clássico com o Flamengo, no último domingo, o atacante Wellington Nem quer deixar para trás os erros recentes e focar na sequência decisiva contra dois adversários diretos na briga para escapar do rebaixamento. No sábado, o Tricolor encara a Chapecoense, no Maracanã e na quarta, o Ceará, no Castelão. Em entrevista coletiva no Centro de Treinamento do clube nesta terça-feira Nem classificou a partida dcontra os catarinenses como uma final.

- Duas derrotas, é difícil aceitar. A gente estava muito bem, voltando a ganhar. As rodadas não foram boas, mas temos que assumir a responsabilidade. Temos uma final no sábado, outra na quarta. Vamos aproveitar a semana cheia para conversar, treinar bastante e fazer um bom jogo. Precisamos de bons resultado e somar estes pontos importante. Vamos pressionar, entrar com tudo, dar a vida. A vitória é muito importante - destacou o jogador.

O atacante lamentou os erros do time no Fla-Flu, em especial o gol sofrido ceso. Para o jogo de sábado, fez um apelo à torcida, que não compareceu em bom número no clássico do último domingo.

- A gente entrou meio sonolento, perdemos tudo. Segunda bola, primeira bola, dividida, tomamos gol muito rápido, o que mudou muita coisa. Falamos tudo no vestiário, mas não colocamos em prática. Fiquei pensando até umas 4h da manhã. - Ás vezes é difícil a torcida ir nos jogos em momentos ruins. A torcida não pode desistir da gente. Contra o Bahia, estavam com a gente e foi lindo. Contra o Athletico-PR, também. Contamos com o apoio deles, porque a gente vai dar o máximo em campo para sair com a vitória.

TABELA

Confira aqui a classificação do Campeonato Brasileiro

Apoio a João Pedro e Ganso

Wellington Nem entrou no lugar do jovem João Pedro, de 18 anos, que vive um jejum de dez jogos sem balançar as redes e começou a ser perseguido pela torcida, junto com o meia Paulo Henrique Ganso. Questionado sobre as vaias aos colega, o atacante saiu em defesa da dupla.

- É chato ver um companheiro sendo vaiado. Até em momento de vitória, o que é triste. Tem que apoiar sempre. Se vaiar, tem que ser no final do jogo. O Ganso é experiente, vai saber passar por isso. O João Pedro é um menino, temos que dar força para ele. Não tem outra coisa para fazer. Tem que trabalhar, ganhar confiança. O grupo está com eles, sabemos que são dois craque - completou.

O Fluminense recebe a Chapecoense, no próximo sábado, às 19h30, no Maracanã. O jogo é válido pela 28ª rodada do Brasileirão. O time catarinense é penúltimo colocado, com 17 pontos, enquanto o Tricolor ocupa a 16ª colocação, com 29, um a mais que o Cruzeiro, equipe que abre o Z-4.

Futebol