PUBLICIDADE
Topo

Ademir de Guia se diz "envergonhado" e dá apoio a Bruno Henrique e esposa

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

21/10/2019 16h02

Um dos maiores jogadores da história do Palmeiras, Ademir da Guia manifestou apoio público a Bruno Henrique e à mulher, Bhel Dietrich, agredida após o empate com o Athletico, na Arena da Baixada. O Divino se disse envergonhado com o caso, ocorrido ontem.

"Ao capitão do Deca e família: me sinto envergonhado. Violência nunca foi e nunca será a solução! Conte com o meu apoio, Bruno Henrique e Bhel", escreveu Ademir, em sua página no Twitter.

A confusão ocorreu depois da partida de domingo. Um grupo de torcedores palmeirenses reconheceu a mulher do meio-campista e passou a ofendê-la. Bhel chegou a ser alvo de empurrões em meio à pressão, mesmo estando acompanhada de uma criança e um senhor.

O Palmeiras emitiu uma nota oficial, na manhã de segunda, repudiando o ocorrido. O clube diz que está dando "todo suporte" à família do capitão alviverde.

Palmeiras