Topo

Futebol


Operário-PR sai atrás, persiste e vira 'na marra' jogo com o São Bento

19/10/2019 20h58

A força do Operário-PR dentro de seus domínios voltou a ser um diferencial para a equipe na Série B. Contra o São Bento na cidade de Ponta Grossa, a equipe que saiu perdendo o jogo teve força e absoluta paciência para virar o marcador para 2 a 1.

O resultado no estádio Germano Kruger colocou o time na nona colocação com 43 unidades e manteve o time de Sorocaba na última colocação do torneio tendo 27 pontos.

PRESSÃO COM RESULTADO

Chegando com mais clareza nas investidas, o Bentão capitalizou a primeira delas quando Marcos Martins usou bem seu cruzamento preciso achando Doriva bem posicionado. Com isso, bastou o camisa 8 dar a direção a bola no ângulo contrário de Rodrigo Viana e inaugurar a contagem no interior paranaense aos 16 minutos de jogo.

A VANTAGEM DUROU POUCO

Bastaram cinco minutos depois de ficar em desvantagem para o Fantasma correr atrás do prejuízo igualando as coisas com Maílton. Na cobrança de falta, o lateral-direito bateu bem e ainda contou com o toque providencial da bola na barreira paulista que elevou sua batida para o ângulo de Henal.

VOLUME MUDOU DE LADO

O gol fez com que, ao mesmo tempo que a equipe da casa aumentasse seu ritmo criativo, o São Bento não conseguisse reagir perante essa movimentação e fosse recuando muito em direção a sua meta.

Lucas Batatinha só não virou a contagem por intervenção da arbitragem que apontou seu impedimento, além do meio-campista Marcelo dar uma de atacante em giro sobre a marcação com batida forte onde Henal protagonizou um verdadeiro milagre debaixo das três traves.

BEIRA O INACREDITÁVEL!

Na chegada logo depois do intervalo em cobrança de escanteio, o zagueiro Edson Borges ficou livre para fazer o gol tendo o goleiro Henal caído e estando livre de marcação. Porém, acabou se atrapalhando muito com a bola e acabou sendo um defensor a mais para o Bentão perdendo uma oportunidade absolutamente impressionante.

TANTO BATEU QUE FUROU

Sendo superior praticamente em todo o tempo após marcar o tento de igualdade, a persistência do time de Gérson Gusmão finalmente resultou no perseguido tento da virada com Marcelo.

A batida de lateral em direção a grande área pegou a zaga do São Bento muito mal posicionada e o número 10 do Operário foi oportunista marcando gol que levantou a torcida da casa no Germano Kruger.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol