Topo

Futebol


Palmeiras e WTorre estudam valores para ter sintético no Allianz em 2020

16/10/2019 17h15

A comitiva de Palmeiras e WTorre foi informada nesta quarta-feira sobre o investimento necessário para implementar o campo sintético no Allianz Parque e na Academia de Futebol no começo de 2020. O valor não foi divulgado, mas é considerado elevado, e a decisão pela troca será sacramentada a partir da volta dos representantes a São Paulo, na quinta-feira.

O vice-presidente Alexandre Zanotta, o diretor de futebol Alexandre Mattos, o coordenador de fisioterapia Jomar Ottoni e o coordenador de infraestrutura e manutenção da arena Rojer Antunes conheceram diferentes gramados sintéticos na Holanda nos últimos dois dias.

A tecnologia e estrutura apresentadas deixaram a comitiva animada. A grama sintética que clube e construtora estão analisando não é usada no Brasil e é considerada uma evolução em relação a da Arena da Baixada. A meta agora é tornar o projeto viável financeiramente, talvez até por meio de mecanismos como permuta.

A WTorre será a responsável por pagar o novo gramado do Allianz, enquanto o Palmeiras é quem investirá para mudar um dos campos da Academia de Futebol. O plano é que a troca ocorra para o começo de 2020 - caso não seja possível tão rapidamente, a ideia deve ser descartada.

A viagem foi bancada por convite de Alessandro Oliveira, CEO da Soccer Grass, representante no Brasil da GreenFields, fábrica produtora de grama sintética e chancelada pela Fifa. Palmeiras e WTorre visitaram campos do centro de treinamentos da seleção holandesa, do clube Heracles e da própria fábrica.

Os relatos foram bastante positivos, e a ideia de realizar a mudança ganhou força, primeiro por melhorar bastante o nível do campo da arena, que recebe muitos eventos além de jogos. Além disso, daria a chance de o Verdão conseguir jogar em casa mesmo em duelos marcados próximos de shows, por não ser necessário investir tanto tempo na recuperação do campo.

Até por isso, a WTorre vê com bons olhos o uso do gramado sintético. Mesmo que tenha de realizar o investimento para trocar agora o campo, considera-se que haverá uma economia com a manutenção, pois o atual gramado do Allianz precisa de iluminação artificial e trocas constantes, parciais ou integrais. Ainda assim, o estado dele tem sido um problema recorrente.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol