Topo

Futebol


Inglaterra goleia Bulgária em jogo marcado por atos nazistas e racistas

14/10/2019 18h06

Nesta segunda-feira, em jogo válido pelo Grupo A das Eliminatórias da Eurocopa 2020, a Inglaterra visitou a Bulgária e aplicou uma sonora goleada por 6 a 0, e ficou muito próxima de garantir a classificação para o torneio de forma antecipada. Barkley (2), Sterling (2), Rashford e Kane marcaram os gols.

LAMENTÁVEL

No entanto, o resultado ficou em segundo plano em Sófia. Durante o primeiro tempo de jogo, torcedores búlgaros entoaram cânticos racistas em direção ao zagueiro inglês Tyrone Mings, e fizeram saudações nazistas em direção ao gramado de jogo. Aos 28 minutos, o sistema de som do estádio pediu para que os atos se encerrassem, como manda a primeira regra do protocolo da Uefa de três etapas em casos como esses.

Os insultos proferidos pelos búlgaros não pararam, e o árbitro interrompeu a partida aos 42 minutos, assim como manda a segunda regra do protocolo da Uefa. Com o segundo aviso, torcedores encapuzados decidiram deixar o estádio ainda proferindo insultos racistas, e segundo a 'BBC Radio', fazendo gestos nazistas.

COM BOLA ROLANDO...

Antes do jogo ser interrompido, a Inglaterra não teve dificuldades para começar a passear em campo. Logo aos sete minutos, Marcus Rashford abriu o placar com um golaço de perna direita. Na marca de 20 minutos, foi a vez de Ross Barkley completar passe de Sterling para o gol vazio e ampliar. Barkley, ainda no primeiro tempo fez o terceiro, de cabeça, aos 32. Ainda houve tempo, nos acréscimos, para Sterling fazer o quarto, sem goleiro, após passe de Kane.

RESPOSTA EM CAMPO

Na volta do intervalo, a Inglaterra continuou em cima da Bulgária e não pisou no freio. A goleada continuou aos 24 minutos, quando Harry Kane achou belo passe em profundidade e Sterling tocou na saída do goleiro para fazer o quinto. No final, Harry Kane fechou o massacre, ao dar uma caneta no zagueiro e tocar na saída do goleiro.

Futebol