Topo

Futebol


São Paulo joga com intensidade, varia jogadas e encosta no G4 do Brasileiro

13/10/2019 20h15

Fazia tempo que a torcida não via o São Paulo jogando com tanta intensidade como na vitória desta noite de domingo, contra o Corinthians, no Morumbi, por 1 a 0. Mais do que o triunfo, a atuação dos jogadores do Tricolor deixou animada a torcida, que gritou 'olé' ao fim do clássico. Para se ter uma ideia de tanto domínio ofensivo da equipe, o São Paulo terminou o jogo com 18 finalizações, contra somente três do Corinthians.

TABELA

Confira e simule a tabela do Brasileirão

Com uma proposta de sufocar o Corinthians desde o começo da partida, o técnico Fernando Diniz escalou a equipe com cinco jogadores no meio-campo (Luan, Liziero, Tchê Tchê, Hernanes e Vitor Bueno), deixando Alexandre Pato sozinho no comando de ataque. Os jogadores de meio, principalmente Hernanes e Vitor Bueno, juntamente com Pato, pressionaram a saída de bola corintiana, deixando o jogo nos pés da dupla de zagueiros do rival.

A estratégia deu resultado e o Tricolor, com uma boa troca de passes, conseguia envolver o Corinthians e chegar rapidamente à área de Cássio. Pato teve três chances de concluir, mas acabou pecando na tomada de decisão. Com a defesa do Corinthians fechando bem a entrada da área, os chutes de longa distância também foram uma arma do São Paulo. Reinaldo acertou uma bola na trave.

O São Paulo tentou inserir ao seu jogo mais alguns conceitos do treinador recém-chegado, Fernando Diniz. A saída de bola com participação frequente do goleiro, já vista com frequência na última rodada, contra o Bahia, em Salvador, foi um artifício bastante usado principalmente no primeiro tempo. Volpi, os dois zagueiros e os dois laterais, com a ajuda de Luan e Liziero, conseguiam fazer o time evoluir até a intermediária, começando a construção das jogadas ofensivas.

Na etapa final, parecia que o gol do Tricolor sairia a qualquer momento. E ele veio após pênalti de Manoel em Vitor Bueno. Reinaldo, algoz do rival nos últimos jogos, bateu bem e abriu o placar. Com o gol, o São Paulo continuou sendo melhor na partida, explorando principalmente a lateral-direita, posição hoje ocupada por Igor Vinícius, que substituiu Juanfran, com desgaste muscular.

A partir dos 15 minutos finais, o Corinthians se lançou ao ataque e deu diversas chances para o São Paulo matar o jogo. Igor Gomes e Pato perderam gols cara a cara com o goleiro rival. Mas nada que ameaçasse a vitória são-paulina, com direito a gritos de 'olé' ao final da partida.

Vitória merecida, imposição no rival e vaga no G4 cada vez mais próxima.

Em quinto lugar, o São Paulo chega aos mesmos 43 pontos do Corinthians, também com 11 vitórias, mas em desvantagem no saldo de gols (11 a 10). Na próxima rodada, o time dirigido por Fernando Diniz enfrenta o Cruzeiro, quarta-feira, às 21h, no Mineirão.

Futebol