Topo

São Paulo teve seu menor índice de passes errados contra Fortaleza

Técnico Fernando Diniz comanda São Paulo em vitória sobre o Fortaleza, no Brasileirão de 2019 - Bruno Ulivieri/AGIF
Técnico Fernando Diniz comanda São Paulo em vitória sobre o Fortaleza, no Brasileirão de 2019 Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

08/10/2019 07h00

A vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Fortaleza aconteceu em 90 minutos, mas começou a ser preparada logo depois do empate em 0 a 0 com o Flamengo.

Logo no segundo jogo sob o comando de Fernando Diniz, o time já apresentou conceitos bem parecidos com aqueles que tornaram o treinador famoso e isso também pode ser visto nas estatísticas, que mostram que foi o jogo são-paulino com o menor índice de passes errados no Brasileirão-2019.

Depois do empate com o líder do campeonato, no Maracanã, o Tricolor teve um dia de folga e se reapresentou no dia seguinte. Tradicionalmente, essas representações contam com reservas em campo e titulares em trabalhos regenerativos. Com Diniz, titulares e reservas foram a campo para já trabalharem taticamente e em alta intensidade, como gosta o técnico.

Os trabalhos táticos, técnicos e físicos, todos baseados na ideia de jogo de Diniz, foram aplicados à exaustão durante os cinco treinos orientados na última semana, na qual os são-paulinos não jogaram. Tempo precioso e essencial para que tudo isso fosse passado aos atletas, ainda que em "doses homeopáticas", como disse Diniz em sua coletiva de apresentação.

- O time estava refletindo plenamente tudo o que a gente havia treinado durante a semana, posse de bola, toques rápidos, chance de finalizar a jogada, toque de bola envolvente - disse Hernanes após o jogo.

Alguns conceitos foram mostrados em campo, como comentou o camisa 15. Claro que a atuação não foi brilhante e teve momentos em que se pareceu com a má fase ainda sob o comando de Cuca, mas é inegável que há uma evolução e potencial para crescer com o tempo. Tanto que é possível notar o "DNA" do "estilo Diniz" nas estatísticas. Segundo os números do Footstats, foi a partida com o menor índice de passes errados do time no Brasileirão-2019.

O São Paulo errou apenas 24 dos 478 passes na vitória sobre o Fortaleza, o que representa 5,02% do total. O menor índice, até então, havia sido registrado no empate em 1 a 1 com o Flamengo, no primeiro turno, quando a equipe errou 24 dos 433 passes, 5,45% do total. A busca pelo erro mínimo e pela precisão na troca de passes são marcas da filosofia de Fernando Diniz.

Por outro lado, o pior índice são-paulino no quesito foi contra o Flamengo no segundo turno, partida que marcou a estreia do novo treinador. Naquele dia o time errou 52 dos 330 passes trocados, 15,76% do total. Natural para o primeiro jogo e para um técnico que adaptou seu estilo a um modo mais "resultadista" diante das condições que a partida ofereceu.

Em todo o campeonato, o índice de erros de passe do Tricolor é de 9,8% do total. O líder no quesito é o Fluminense (6,8%), justamente o último clube de Diniz antes de chegar ao time do Morumbi. Por conta da filosofia do comandante, essa estatística tende a diminuir nos próximos duelos e o clube deve deve subir nesse ranking em que ocupa apenas a 11ª posição.

E esse aperfeiçoamento nos passes deve continuar nesta quarta-feira, quando o São Paulo enfrenta o Bahia, na Arena Fonte Nova, às 21h, pela 24ª rodada do Brasileirão-2019. Atualmente o Tricolor ocupa a quinta posição na tabela, com 39 pontos, 13 atrás do líder Flamengo e dois à frente da equipe baiana.

Jogos com menores índices de passes errados do São Paulo no Brasileirão-2019

São Paulo 2 x 1 Fortaleza - 5,02% de passes errados

São Paulo 1 x 1 Flamengo - 5,54% de passes errados

Goiás 1 x 2 São Paulo - 6,78% de passes errados

São Paulo 0 x 0 Bahia - 7,17% de passes errados

Fortaleza 0 x 1 São Paulo - 7,60% de passes errados

Jogos com maiores índices de passes errados do São Paulo no Brasileirão-2019

Flamengo 0 x 0 São Paulo - 15,76% de passes errados

São Paulo 1 x 1 Palmeiras - 13,87% de passes errados

Corinthians 1 x 0 São Paulo - 13,40% de passes errados

Atlético-MG 1 x 1 São Paulo - 13,26% de passes errados

Botafogo 1 x 2 São Paulo - 12,95% de passes errados