Topo

Futebol


Lokomotiv bate Leverkusen e é líder do Grupo D pela Liga dos Campeões

18/09/2019 17h59

Lokomotiv Moscou suportou a pressão e estreou com o pé direito na Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, os russos superaram o Bayer Leverkusen pelo placar de 2 a 1, no BayArena, na Alemanha, pela primeira rodada do Grupo D. Grzegorz Krychowiak e Dmitri Barinov marcaram para os Leões, e Benedikt Howedes fez contra para os alemãs. Com o resultado, o time comandado Yuri Syomin assume a liderança, com três pontos. Já a equipe de Peter Bosz amargou o revés e fica na quarta colocação. O empate entre Juventus e Atlético de Madrid deu o primeiro lugar aos russos.

Na próxima rodada, o Bayer Leverkusen enfrenta a Juventus, na terça-feira, às 16h, em Turim, na Itália. No mesmo dia e horário, só que na Rússia, o Lokomotiv Moscou encara o Atlético de Madrid.

TABELA

-> Confira a classificação e simule os jogos da Liga dos Campeões

MUITOS PASSES

Em casa, o Bayer Leverkusen iniciou o duelo melhor, com muita posse de bola e se concentrando no setor ofensivo. No entanto, haviam poucas finalizações a gol. Com isso, o Lokomotiv Moscou aproveitou a primeira oportunidade que teve para empurrar para o fundo da rede. João Mario passou para Grzegorz Krychowiak, que bateu rapidamente no canto inferior esquerdo do goleiro. Rifat Zhemaletdinov teve uma chance logo depois, mas desperdiçou.

CONTOU COM A SORTE!

Depois de sofrer o gol, os Leões começaram a pressionar mais. Com a sorte, o time igualou o placar. Após chute de Charles Aránguiz, a bola desviou em Benedikt Howedes, o goleiro se atrapalhou e a bola entrou. Porém, não demorou muito e a resposta dos russos vieram. Aos 37 minutos, Dmitri Barinov aproveitou a falha do goleiro e deu um lindo chute por cobertura para ficar a frente do placar novamente.

ALEMÃES PERIGOSOS, MAS...

Atrás do placar, o Leverkusen buscou tirar o prejuízo no marcador e foi mais intenso. Kevin Volland e Kai Havertz tiveram boas oportunidades, mas não balançaram a rede. O Lokomotiv até tentava chegar ao setor ofensivo, mas esbarrava na boa marcação dos adversários. Fora isso, os russos suportaram a pressão até o fim e conquistaram o triunfo na estreia.

Mais Futebol