Topo

Futebol


Grêmio eterniza Pedro Geromel e Loivo em sua calçada da fama

18/09/2019 18h14

Na noite da última terça-feira (18), em festividade que faz parte da programação na semana onde o Grêmio completou 116 anos de existência, um nome marcante no passado e outro no presente da trajetória do Tricolor foram imortalizados na calçada da fama gremista: Loivo e Pedro Geromel.

Marcante atleta que atuava na ponta esquerda, Loivo acumula 427 jogos pelo clube onde marcou 74 gols, sendo o sétimo maior artilheiro da história do Imortal ao lado de Renato Gaúcho, além de ter conquistado o Gauchão de 1968. Um envolvimento que, segundo o próprio ex-jogador, existe desde a sua infância:

- É um dia que eu nunca vou esquecer, principalmente por estar ao lado do Geromel. Obrigado aos conselheiros do Grêmio que aprovaram o meu nome para esta homenagem. Sou gremista desde pequeno e honrei essa camisa por dez anos. Se eu pudesse dar a vida pelo Grêmio, eu daria.

Contratado em 2014 por empréstimo do Colônia, da Alemanha, Geromel demorou a se firmar no clube, mas encontrou na dupla com Walter Kannemann e na gestão de Renato Portaluppi a segurança para montar uma das duplas mais aclamadas não apenas dos últimos anos no futebol brasileiro, mas também na história do Grêmio.

O jogador de 33 anos de idade também fez questão de demonstrar não só toda a alegria em receber a homenagem, mas sim passar uma verdadeira lição para os seus filhos que também estiveram presentes na solenidade:

- Estou muito orgulhoso por estar aqui hoje. Receber essa homenagem de um clube como o Grêmio é um momento inenarrável. A única palavra que me vem é'gratidão'. Esse momento vai ficar marcado para sempre na minha vida. Fiz questão de trazer os meus filhos para acompanharem este momento, para eles entenderem que a gente passa, mas a história fica. Tenho certeza que ainda vou dar muitas alegrias ao torcedor.

Mais Futebol