Topo

Futebol


Melhor defesa, ataque limitado e rei dos empates: o 1º turno do Corinthians

Carille ainda não conseguiu resolver deficiências do setor ofensivo do Corinthians - Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Carille ainda não conseguiu resolver deficiências do setor ofensivo do Corinthians Imagem: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

17/09/2019 08h00

O primeiro turno do Brasileirão acabou e o Corinthians, como de praxe, terminou como a melhor defesa da competição, mas deixou a desejar no ataque. Os empates também "assombram" a equipe, característica desde a época do treinador Tite. Esses fatos ajudam a entender como o Timão está na quinta colocação do torneio, com 32 pontos, dez a menos que o líder Flamengo.

Se tem um setor que o Corinthians pode se orgulhar de dominar é o defensivo. Afinal de contas, o time tem a melhor defesa entre os 20 clubes da Série A. Foram apenas 12 gols sofridos em 19 partidas, sendo que os três últimos aconteceram nas duas últimas partidas: empate por 2 a 2 contra o Ceará, na Arena, e derrota por 1 a 0 para o Fluminense, no Mané Garrincha, em Brasília.

Por outro lado, o ataque vem sendo o ponto fraco da equipe de Fábio Carille. Um exemplo disso é se compararmos a quantidade de gols do líder Flamengo com a do Timão: 42 a 21, o dobro de tentos marcados. Prova disso é que até hoje há uma indefinição no comando de ataque da equipe: Love, Boselli e Gustagol se revezam na posição de centroavante.

A falta de iniciativa para a equipe procurar gols resulta na ausência de jogadores do Timão na briga pela artilharia do Brasileirão. Os goleadores do time no campeonato são Pedrinho e Vagner Love, com quatro gols cada. Os dois têm 12 gols a menos que Gabigol, artilheiro do torneio.

Porém, o que vem impedindo o Corinthians de se aproximar dos líderes são os empates. O Timão é o líder no quesito, com oito, ao lado do São Paulo. Na invencibilidade de dez jogos do clube no Brasileiro, foram cinco empates e cinco vitórias, prejudicando muito a equipe na classificação. As igualdades vêm "assombrando" o Timão desde a época do treinador Tite. Os empates eram tantos que o Corinthians ficou conhecido como 'empaTite'.

Para se aproximar dos líderes e começar o segundo turno com o pé direito, os comandados de Carille enfrentam o Bahia, sábado (21), às 19h (de Brasília), na Arena, pela 20ª rodada do Brasileirão.

Mais Futebol