Topo

Futebol


Em oito meses de Japão, Damião têm um título e disputa mais três no ano

17/09/2019 13h45

O atacante Leandro Damião está brilhando em seu primeiro ano no Japão, apresentado em janeiro, o atleta tem sido o principal jogador do Kawasaki Frontale na temporada. A equipe terá algumas decisões pela frente além da briga pelo Campeonato Japonês.

Nesta quarta-feira, entra em campo pelas oitavas de final da Copa do Imperador, encarando o Vissel Kobe, às 19h, horário local, e ainda se prepara para a semifinal da Copa da Liga do Japão, que acontece em 09 de outubro diante do Kashima Antlers. O jogo da volta acontece em 13 de outubro para decidir quem passa para a grande final da competição.

Leandro Damião já soma um título desde que chegou ao Japão, em sua estreia, marcou o gol da vitória por 1 a 0 na grande final da Super Copa do Japão diante do Urawa Red. No momento, o Frontale tem mais três títulos em jogo, além da briga pelo Campeonato Japonês, onde o time é o quarto colocado com 44 pontos e Damião é o artilheiro da equipe na competição com 7 gols marcados. Apesar de não ser o maior goleador, o atacante que tem a quarta melhor média de gols marcados, possui o melhor aproveitamento em campo entre os brasileiros no país.

- Fico muito feliz de ter um ótimo aproveitamento em campo pelo Frontale, além de ser o artilheiro do time, tenho ajudado bastante meus companheiros com assistências. Mais importante que estar entre os principais goleadores do país é ajudar meu time a conquistar os objetivos na temporada. Estamos brigando pelo Campeonato Japonês, Copa da Liga Japonesa e Copa do Imperador, com totais condições de sermos campeões. Vamos seguir trabalhando dia a dia em busca das nossas metas com pés no chão para conquistar as vitórias - disse Damião.

Aos 30 anos, Leandro Damião surpreende com um desempenho em alto nível ao lado de atletas mais jovens e com média pouco acima do atacante. São 13 gols marcados na temporada em 30 jogos e 6 assistências concedidas. A média de gols por partida é de 0,43, a quarta melhor entre os brasileiros, atrás apenas de Diego Oliveira, do FC Tokyo, com 15 gols em 32 jogos, média de 0,47, Marcos Junior, do Yokohama Marinos, também com 13 gols mas em 25 partidas, com média 0,52 e Anderson Lopes do Sapporo, com 15 gols em 22 jogos, média de 0,68.

Diego Oliveira tem 29 anos, Marcos Junior e Anderson Lopes tem 26 anos, e os três além de serem mais novos que Damião, possuem mais um detalhe em comum, mais derrotas no ano que o atacante do Frontale. Damião tem aproveitamento melhor que os três brasileiros, são 79%, com apenas 6 derrotas em 30 jogos. Com melhor média em gols, Anderson Lopes tem apenas 69% de aproveitamento e 9 derrotas em 25 jogos, seguido por Marcos Junior com 68% de aproveitamento e 8 derrotas em 25 jogos. Fechando o grupo, Diego Oliveira tem 78% de aproveitamento e 7 derrotas em 32 jogos.

Mais Futebol