Topo

Liga dos Campeões 2019/2020


Chelsea perde pênalti no fim e Valencia vence fora de casa

Rodrigo Moreno comemora gol do Valencia contra o Chelsea - REUTERS/Hannah McKay
Rodrigo Moreno comemora gol do Valencia contra o Chelsea Imagem: REUTERS/Hannah McKay

17/09/2019 18h04

O Futebol não tem lei. Um Valencia em crise, desde a troca conturbada de seu comando técnico, venceu o Chelsea por 1 a 0, com gol de Rodrigo, na estreia dos dois clubes pelo Grupo H da Liga dos Campeões. A equipe inglesa teve a chance de diminuir o prejuízo aos 47 do segundo tempo, mas Barkley jogou longe o pênalti marcado com o auxílio do árbitro de vídeo.

Com o resultado, a equipe espanhola fica na segunda posição da chave, liderada pelo Ajax - que venceu o Lille por três gols de diferença.

INÍCIO ESPANHOL

Mesmo em meio a um ambiente conturbado, desde a demissão de Marcelino, a chegada de Albert Celades e a goleada sofrida contra o Barça, pelo Espanhol, o Valencia começou melhor. Jogando fechado, a equipe neutralizava a posse de bola dos ingleses, e assustava nos contra-ataques. Rodrigo e Gameiro levaram perigo ao gol de Kepa.

NO RITMO DE WILLIAN

A primeira boa chegada do Chelsea veio apenas aos 31. Willian fez fila no meio-campo, passou por três, e bateu rasteiro de fora da área, tirando tinta da trave. A segunda melhor chance dos Azuis também caiu nos pés do brasileiro, que já nos acréscimos da etapa inicial, recebeu na grande área, matou no peito e soltou a bomba para a boa defesa de Cilessen.

COM TOQUE BRASILEIRO

O segundo tempo seguiu na mesma toada. O Chelsea mostrava maior ímpeto, mas pecava em criatividade, assustando o Valencia apenas com a bola parada, em boa cobrança de falta de Marcos Alonso. O gol carecia de um toque brasileiro. Dani Parejo colocou na área, e Rodrigo, carioca naturalizado espanhol, se adiantou a zaga inglesa para abrir o placar em Stamford Bridge.

EURO-VAR

Para não estrear com derrota em casa, o Chelsea se lançou à frente em busca de reduzir o prejuízo. A pressão surtiu efeito quando, aos 47, a equipe londrina teve pênalti após toque de mão de Weiss na grande área - assinalado com o auxílio do VAR. Barkley pediu a bola para Willian, mas jogou longe, por cima do travessão do Valencia - que estreou com vitória pelo Grupo H.

Veja o resumo do que aconteceu no 1º dia da fase de grupos da Champions

UOL Esporte