Topo

Futebol


Barroca admite atuação abaixo, mas enaltece: 'Teve jogador vomitando'

15/09/2019 16h03

O Botafogo perdeu a chance de terminar o primeiro turno do Brasileirão com vitória. Na noite de sábado, o Glorioso empatou, sem gols, com o Ceará, na Arena Castelão. Após o apito final, Eduardo Barroca reconheceu que a atuação da equipe não foi das melhores, mas enalteceu a postura dos jogadores.

- Os jogadores estão de parabéns. Preciso exaltar a conduta, teve jogador vomitando no vestiário após o jogo de tanto que se entregou. Como comandante deles estou muito feliz, mesmo diante de dificuldades - afirmou.

Contra o Ceará, o Botafogo finalizou apenas três vezes, enquanto o Ceará chutou 23 vezes. Gatito Fernández, retornando dos compromissos com a seleção paraguaia, foi fundamental - com, pelo menos, quatro defesas difíceis - para manter o placar em 0 a 0.

> CONFIRA E SIMULE A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

- É um jogador de seleção. Hoje tivemos uma linha de quatro extremamente jovem. O Botafogo se comportou muito bem defensivamente. Nosso jogo ofensivo não entrou e a gente está levando um ponto para o Rio que vai ser muito importante na parte final, não tenho a menor dúvida. - analisou Barroca.

A crise financeira voltou à tona. O Botafogo convive com dois meses de salários atrasados e tem um problema confirmado para a partida contra o São Paulo, no próximo sábado, às 11h, no Nilton Santos: por pertencer ao Tricolor, Diego Souza não poderá entrar em campo. Eduardo Barroca descartou qualquer possibilidade de contratação.

> O DIA A DIA DO BOTAFOGO

- Não podemos nem pensar em contratação por conta do contexto. Essa semana promovi mais um jogador da base: Caio Alexandre. Diante de todas as dificuldades, os jogadores estão cumprindo seu papel. Tenho orgulho de ser treinador deles. Tenho certeza que eles serão recompensados na parte final do campeonato. Eles não transferiram responsabilidade - finalizou.

Mais Futebol