Topo

Esporte


Meia da seleção inglesa é espancado após tentar sair com mulher de jogador

Danny Drinkwater em jogo pelo Leicester City - Carl Recine/Reuters
Danny Drinkwater em jogo pelo Leicester City Imagem: Carl Recine/Reuters

09/09/2019 12h03

O meio-campista da seleção inglesa e do Burnley (ING) Danny Drinkwater foi espancado em uma balada na Inglaterra, nesta semana, após tentar "insistentemente" sair do bar com uma mulher, namorada do jogador Kgosi Ntlhe, zagueiro do Scunthorpe United. O jogador de 29 anos foi agredido por seis homens que perceberam o excesso de Drinkwater, em Manchester. As informações são do jornal britânico "The Sun".

O meio-campista, que pertence ao Chelsea (ING), teria insistido para levar a mulher para outro local, mesmo quando ela já tinha dito estar acompanhada do namorado. Segundo testemunhas no bar, o atleta estaria bêbado. Com a situação, seis homens teriam espancado o jogador do lado de fora do estabelecimento. Não há provas de que o defensor Kgosi Ntlhe, de 25 anos, tenha participado da briga.

"Acertaram ele com um objeto no rosto e no corpo. Estava batendo muito nele e pulando em sua perna. Ele estava jogado em cima de uma bola no chão e eles pulavam nele repetidamente, principalmente em seu tornozelo", afirmou uma das testemunhas.

Depois da derrota para o Liverpool por 3 a 0, na última semana, os times responsáveis polos direitos de Drinkwater (Chelsea e Burnley) apenas comentaram que o jogador havia tido uma "lesão misteriosa" no tornozelo.

Ele ficará afastado dos gramados por pelo menos um mês.

Danny Drinkwater teve, além da lesão nos ligamentos do tornozelo, com um olho roxo, testa inchada, ombros e braços machucados e teve uma das bochechas cortada. Ainda segundo quem estava no local, os agressores sabiam que era um jogador do Campeonato Inglês. "Acertaram ele com um objeto no rosto e no corpo. Estava batendo muito nele e pulando em sua perna", o deixando com machucados "horrendos".

Histórico de problemas

O jogador, em maio, chegou a estar proibido de dirigir por 20 meses após bater com seu carro em uma parede e ter assumido ter bebido o dobro do limite permitido. Além disso, algumas discussões familiares se tornaram públicas.

Mais Esporte