Topo

Dirigente revela que Paolo Guerrero pediu dispensa da seleção peruana

Paolo Guerrero ajeita a faixa de capitão em amistoso do Peru contra a Arábia Saudita - STEFAN WERMUTH/REUTERS
Paolo Guerrero ajeita a faixa de capitão em amistoso do Peru contra a Arábia Saudita Imagem: STEFAN WERMUTH/REUTERS

15/08/2019 14h48

A novela Paolo Guerrero e seleção peruana ganhou um novo capítulo. Após o Internacional pedir a sua dispensa dos amistosos do Peru em setembro, agora foi a vez de o atacante entrar na história e conversar por telefone com Ricardo Gareca.

O principal motivo de Guerrero não querer jogar contra Equador e Brasil é que, em caso de convocação, ele está fora do jogo contra o Cruzeiro, pela segunda semifinal da Copa do Brasil.

Roberto Melo, vice-presidente do Colorado, revelou em seu Twitter que o camisa 9 bateu um papo com o treinador do Peru para explicar a situação. Porém, deixou claro que, se for convocado, vai defender o seu país com a mesma dedicação de sempre.

Agora, está nas mãos de Ricardo Gareca a decisão de usar ou não Paolo Guerrero. Dentro da Federação Peruana de Futebol, a determinação é que o atleta seja convocado. Os dirigentes querem o seu principal jogador nos amistosos de setembro e esperam que o comandante atenda ao pedido da gerência.

Confira a postagem: