Topo

Futebol


Peruanos fazem festa, mas Maracanã tem mais um jogo com espaços vazios

19/06/2019 08h00

A vitória do Peru por 3 a 1 contra a Bolívia foi marcada por uma intensa festa da torcida peruana durante toda a partida. No entanto, apesar da empolgação, o cenário da primeira partida no Maracanã se repetiu. Assim como em Paraguai x Qatar, vários espaços vazios foram vistos. De acordo com informações da Conmebol, foram 17.550 pagantes.

O dado que chama a atenção é dos mais de 8 mil não pagantes que estiveram presentes no estádio. Vale lembrar que o Comitê Organizador Local (COL) doou cinco mil entradas para a Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro. O objetivo com a ação era justamente aumentar a presença de público, algo que vem sendo problema recorrente nessa Copa América.

Isso explica a disparidade entre presentes e pagantes, mas mostra uma grande diferença das outras partidas. Na abertura entre Brasil e Bolívia, por exemplo, foram 46.342 torcedores que pagaram pelo bilhete com 47.260 presentes. E se os estádios sofrem com a falta de lotação, a renda continua alta. Neste confronto o valor foi de R$ 4.906.195,00. Com isso, o preço médio do ingresso foi de R$ 279,55. Na estreia do Maracanã na competição, Paraguai e Qatar levaram 19.162 pagantes e R$ R$ 2.382.305,00 de renda.

Apesar dos números, os torcedores do Peru cantaram do início ao fim da partida. Mesmo quando Marcelo Moreno, de pênalti, abriu o placar, as arquibancadas do Maracanã seguiram pulsando.

- Nos sentimos apoiados pela torcida e ficamos felizes de dar a eles a vitória. Vamos fazer o possível para dar a classificação. Sabemos que a partida contra o Brasil é difícil - disse o técnico peruano Ricardo Gareca após o confronto.

Mais Futebol